Corinthians faz reunião e volta a garantir que Tite fica

Edu Gaspar, gerente de futebol, admite que houve uma conversa envolvendo técnico e jogadores

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2013 | 20h13

CAMPO GRANDE - Após perder por 4 a 0 para a

O time permaneceu em Campo Grande após o jogo e deve desembarcar nesta segunda-feira em São Paulo no aeroporto de Guarulhos. Quarta-feira, o time recebe o Bahia, mas o jogo será disputado em Mogi Mirim, pois o time cumprirá punição por perda de mandos de campo no Brasileirão.

A goleada de 4 a 0 veio em um momento inoportuno para Tite, que neste domingo se tornou o segundo técnico que mais dirigiu o Corinthians, com 257 partidas, uma a mais que Rato. Tite agora fica atrás apenas de Oswaldo Brandão (439 jogos).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCorinthiansTite

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.