Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Corinthians faz treino "de luxo"

O Corinthians entra nesta quarta-feira em campo para o treino mais luxuoso da equipe neste ano, no Pacaembu. O time do Parque São Jorge já nem sonha com o título do Campeonato Paulista e, pensando apenas na partida de volta pela Copa do Brasil, daqui a 14 dias, tenta corrigir seus defeitos enfrentando nada mais nada menos que o atual campeão estadual, o São Caetano. "Precisamos manter o ritmo nessas três partidas antes do Cianorte, melhorar entrosamento, corrigir pequenas coisas e chegar na melhor forma possível dia 6 de abril", disse o volante Wendel, que ganhou a vaga de Fabrício no treino desta terça-feira. Ninguém nem falava no São Caetano. "É uma situação difícil, mas sabemos que podemos reverter essa desvantagem diante do Cianorte, eu não desisto fácil", comentou o zagueiro Sebá. O Corinthians precisa de quatro gols de vantagem para se classificar à terceira fase da competição nacional - no jogo de ida, em Maringá (PR), sofreu derrota por 3 a 0. O modesto clube paranaense conseguiu se tornar a maior pedra no caminho corintiano neste primeiro semestre. Pelo menos para a torcida. O técnico argentino Daniel Passarella, porém, não se sente pressionado. Para ele, contratado com o único objetivo de formar um grande time para o Campeonato Brasileiro, o jogo com o Cianorte é apenas mais uma partida. "Se perdêssemos para o Palmeiras seria ruim, se perdêssemos antes, também. Queremos ganhar sempre, mas não vejo motivo para tanta preocupação", disse o treinador, minimizando a importância da disputa do título pela Copa do Brasil. Além da provável entrada de Wendel, quem retorna à equipe é o lateral Edson, improvisado na esquerda. Gustavo Nery, o titular, foi expulso no clássico contra o Palmeiras. Deivid - O nome do atacante Deivid, do Santos, foi bastante comentado nos bastidores do Parque São Jorge. O jogador teria, inclusive, admitido sondagens de dirigentes corintianos. Semana passada, em entrevista exclusiva à Agência Estado, Kia Joorabchian, chefão da MSI, afirmou que caso Vágner Love, do CSKA, não fechasse acordo - novela que já se arrasta desde o início do ano -, o segundo nome da lista seria Deivid. "Um grande jogador, rápido, habilidoso, muito bom mesmo", definiu o executivo iraniano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.