Rodrigo Coca / Agência Corinthians
Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Corinthians faz treinos fortes sob intenso calor para 'não perder ritmo de jogo'

Equipe entra em campo pela primeira vez em 2021 na próxima quarta, diante do Fluminense

Redação, Estadão Conteúdo

10 de janeiro de 2021 | 21h44

Enquanto muitos times do futebol nacional vêm sofrendo com o calendário e atuando a cada três dias, o Corinthians pena com o efeito contrário e teme que o longo período sem atuar possa atrapalhar na luta para obter uma vaga na Copa Libertadores através do Brasileirão. O técnico Vagner Mancini vem comandando trabalhos fortes, sob intenso calor, para simular "ritmo de jogo".

O ditado "jogo e jogo, treino é treino" se faz presente no dia a dia corintiano. E causa preocupação. Ciente que as partidas exigem mais, o técnico evita folgas e opta por trabalhos mais intensos. Tudo para não perder no fôlego quando voltar a campo.

Serão 16 dias sem partidas até enfrentar o Fluminense, na quarta-feira. Se o Corinthians estará mais descansado, há o temor que perca em intensidade. O Fluminense, rival direto por vaga na Libertadores, vem de clássico intenso e bastante disputado diante do Flamengo, por exemplo.

O último jogo corintiano foi em 27 de dezembro. Depois, foram quatro dias de folgas na virada de ano e só treinos. Uma recomendação na virada, por exemplo, foi para os jogadores não "desperdiçarem" o que foi construído. Após a volta, Mancini simula uma situação de partida a cada trabalho. Sempre com forte intensidade.

Neste domingo, trabalhou a parte tática. Quer organização e posicionamento correto. Já armou defesa, ataque, jogadas ensaiadas e marcação sob pressão. São seis jogos de invencibilidade, com três vitórias seguidas e a meta é que essa recuperação não sofra por causa do período inativo, sem partidas.

O Fluminense soma quatro pontos de vantagem sobre o Corinthians. Mas com um jogo a mais. Ganhar significa colar num oponente à Libertadores e com chance de ultrapassagem sem precisar contar com tropeços dos rivais. Mancini espera que os trabalhos duros surtam efeito.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansVagner Mancini

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.