CBF
CBF

Corinthians faz três no Palmeiras e garante vaga na semi da Supercopa do Brasil

Gabi Portilho, Tamires e a estreante Jaqueline foram as autoras dos gols da classificação contra as rivais

Redação, O Estado de S.Paulo

06 de fevereiro de 2022 | 13h03

Após vencer a Libertadores, o Brasileirão e o Paulistão em 2021, o Corinthians iniciou a nova temporada do futebol feminino com uma vitória por 3 a 0 em dérbi contra o Palmeiras, neste domingo, diante de 13.890 torcedores na Neo Química Arena. O resultado no jogo válido pelas quartas de final da Supercopa do Brasil, novo torneio desenvolvido pela CBF, coloca as corintianas na semifinal.

Gabi Portilho, Tamires e a estreante Jaqueline, um dos reforços do clube alvinegro para 2022, foram as autoras dos gols da classificação contra as rivais. “Estou feliz pela vitória e oportunidade que o Corinthians me deu. Não tenho palavras para descrever a torcida. Tenho muito o que evoluir, Espero que esses gols saiam mais e mais”, disse Jaqueline, que veio do São Paulo.

Agora, o time comandado por Arthur Elias se prepara para enfrentar o Real Brasília, responsável pela eliminação do Internacional com uma vitória por 1 a 0. A outra semifinal será entre Flamengo, que avançou após bater o Esmac por 2 a 0, e Grêmio, que passou pelo Cruzeiro com um triunfo por 2 a 0.

No jogo deste domingo, o Palmeiras deu sinais de que poderia fazer um primeiro tempo intenso, já que criou a primeira boa oportunidade do jogo logo aos dois minutos, em lance cortado pela zagueira corintiana Giovanna Campiolo. Depois disso, contudo, o Corinthians assumiu o protagonismo ofensivo e abriu o placar aos nove, quando Gabi Portilho ficou com a bola dentro da área, após a defesa falhar em afastar o perigo, e chutou forte para a rede.

As palmeirenses até tiveram episódios de reação, como um chute de fora da área de Thais defendido por Kemelli, mas não conseguiu imprimir a intensidade necessária. Então, aos 33 minutos, uma ótima troca de passes rápida terminou com Tamires se enfiando pela esquerda, na área, para receber o passe de Diany e marcar o segundo gol corintiano.

O Corinthians voltou bem no início do segundo tempo, porém passou a oscilar ao decorrer da partida, muitas vezes trocando passes em um ritmo mais lento. Apesar dos momentos mais truncados, o time praticamente selou a classificação com um gol de cabeça marcado por Jaquelina, aos 32.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.