Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Corinthians fica no 1 a 1 com o Flamengo e embola briga pela liderança

Time alvinegro agora é vice-líder pelo saldo de gols, mas tem um jogo a mais que os rivais

MILTON PAZZI JR., estadão.com.br

27 de outubro de 2010 | 23h53

SÃO PAULO - Corinthians e Flamengo ficaram no 1 a 1 nesta quarta-feira, no Estádio do Engenhão, no Rio, e assim a briga pela liderança do Campeonato Brasileiro está mais embolada. Isso porque o time paulista chega a 54 pontos, os mesmos de Fluminense e Cruzeiro, e agora torce contra eles para não ficar em desvantagem.

Veja também:

SÉRIE A - tabelaClassificação | listaCalendário/Resultados

Mesmo com um jogo a mais, os corintianos ficam provisoriamente na vice-liderança, já que tem vantagem no saldo de gols (15 a 11) sobre o time mineiro. A 32.ª rodada será completada até o sábado.

No jogo, o primeiro tempo foi perfeito para o Corinthians. O time marcou e se posicionou bem campo, e se aproveitou de erros grosseiro do Flamengo, que falhava nos passes e deixava espaços na defesa.

O resultado disso é que Ronaldo abriu o placar aos 30 minutos, após passe de Bruno César no meio da área e chutando a bola no canto esquerdo do goleiro Marcelo Lomba, que nada pôde fazer para defender. Tite devia estar com o sorriso no rosto porque imaginava que se repetiria o que aconteceu contra o Palmeiras: segurar o 1 a 0.

Recuo. Com o gol de Diogo, sozinho e de cabeça após desvio em cobrança de escanteio, aos 3 minutos do segundo tempo, ou o Corinthians iria para cima, ou sucumbiria, porque o 1 a 1 não interessaria a uma equipe que disputa ponto a ponto a liderança.

Mas, com as substituições que Vanderlei Luxemburgo fez no Flamengo, o Corinthians sentiu o empate e piorou. A partida, porém se transformou num jogo mais aberto, com mais chances de gol, em vez da disputada amarrada e sem graça.

E um jogo mais aberto e com mais chances de gol para o Flamengo. Ao Corinthians, restavam, ao menos, as cobranças de falta - Bruno César acertou uma na trave. Apostando no contra-ataque rápido, o time paulista ainda teve chance com Danilo, após cruzamento de Jucilei. O meio-campo chutou para gol certo, mas Correa salvou.

Desfecho. Este empate, para o Flamengo (o 15.º no campeonato), significa apenas que o time chega a 39 pontos e segue mais ameaçado pela zona de rebaixamento do que na briga por uma vaga na Copa Libertadores.

Agora, aos dois times, resta esperar a próxima rodada: na próxima quarta-feira, tem Corinthians x Avaí e Ceará x Flamengo, ambos às 21h50. (com Vitor Marques, do Jornal da Tarde)

 FLAMENGO - 1 - Marcelo Lomba; Léo Moura, Welliton, Ronaldo Angelim e Juan; Maldonado , Williams (Corrêa), Renato Abreu e Diogo (Val Baiano); Diego Maurício e Deivid (Marquinhos). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

 CORINTHIANS - 1Júlio César; Alessandro, Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf , Jucilei, Elias (Defederico) e Bruno César (Paulinho); Iarley (Danilo) e Ronaldo. Técnico: Tite.

Gols - Ronaldo, aos 30 minutos do primeiro tempo; Diogo aos 2 minutos do segundo tempo; Árbitro - Sandro Meira Ricci (DF); Renda - R$ 273.210,00; Público - 9.782 pagantes; Local - Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.