Corinthians fica no 1 a 1 com o Marília e segue no purgatório

Desestabilizado pela derrota no clássico contra o Palmeiras, o Corinthians foi a Marília nesta quarta-feira para não perder. E conseguiu: todo fechado e abusando dos chutões, empatou por 1 a 1 com o time local, pela 12.ª rodada do Campeonato Paulista.O resultado deu uma trégua de quatro dias ao contestado trabalho de Emerson Leão no comando do time alvinegro, que não vence há cinco jogos pelo Estadual - é o nono colocado, com 17 pontos. No domingo, o adversário será o perigoso Bragantino, em Bragança Paulista. Sem Magrão e Roger, suspensos, o Corinthians apostou primeiramente na superstição para não perder pela sexta vez no campeonato. Deixou de lado a camisa listrada usada desde o começo do ano e voltou ao uniforme tradicional.A segunda estratégia foi defender-se a todo custo. Com três zagueiros e dois volantes, o time poucas vezes conseguiu sair jogando. Ruim para Amoroso, que reclamou de forma explícita dos chutões para frente, especialmente os de Marinho.Melhor postado, o Marília saiu na frente aos 36 minutos do primeiro tempo, num contra-ataque. Rafael Mineiro desceu nas costas de Wellington e cruzou na cabeça de Wellington Silva, que desviou livre.Apesar das falhas, pelo menos um zagueiro corintiano se destacou. Nos acréscimos da primeira etapa, Gustavo subiu mais alto que a zaga do MAC em cobrança de falta de Tamandaré e empatou.O segundo tempo foi um show de gols perdidos. Wellington e Wilson, este por duas vezes, desperdiçaram chances incríveis para o Corinthians quando estavam livres dentro da área. Aos 44 minutos, Rogério cabeceou uma bola no travessão e não conseguiu dar a vitória ao MAC. MARÍLIA 1 x 1 CORINTHIANSMarília - Júlio César; Dedimar, Rogério e Gum; Rafael Mineiro, Fernando, Max, Camilo (Jean) e Rodolfo (Rafael Gaúcho); Wellington Amorim e Wellington Silva (Fabiano Gadelha). Técnico: Lori Sandri.Corinthians - Jean; Gustavo, Marinho e Betão; Marcos Tamandaré, Marcelo Mattos, Daniel, Willian e Wellington; Arce (Wilson) e Amoroso (Jean Carlos). Técnico: Emerson Leão.Gols - Wellington Silva, aos 36, e Gustavo, aos 47 minutos do primeiro tempo. Árbitro - Élcio Paschoal Borborema. Cartões amarelos - Rogério, Gustavo, Rodolfo, Max, Wellington, Beto e Rafael Mineiro. Cartão vermelhos - Rogério. Renda e público - não divulgados. Local - Estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, em Marília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.