José Patrício/AE
José Patrício/AE

Corinthians fica no empate sem gols com o Paulista

Com o 0 a 0 em Jundiaí, time segue invicto no campeonato e dentro do G-8

TERCIO DAVID - estadão.com.br

13 de fevereiro de 2011 | 18h57

O Paulista brecou a sequência do Corinthians, que vinha de duas vitórias seguidas, e segurou o empate em 0 a 0 neste domingo, no Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, pela oitava rodada do Campeonato Paulista.

Com o resultado, o ainda invicto Corinthians chegou a 13 pontos e perdeu a chance de entrar, pelo menos provisoriamente, no G-4. No entanto, o time ainda segue no grupo dos oito que vão à segunda fase.

Na quinta-feira, às 21h50, no Pacaembu, o Corinthians enfrenta o Mogi Mirim, em jogo válido ainda pela quarta rodada. No domingo, às 16 horas, novamente no Pacaembu, o time encara o clássico contra o Santos. Na véspera, às 19h30, o Paulista visita o Santo André, no Bruno José Daniel.

Segunda decisiva. A direção do Corinthians marcou para esta segunda-feira uma entrevista coletiva para informar o futuro de Ronaldo. O Fenômeno deve confirmar a sua aposentadoria.

Calor. Sofrendo com a temperatura acima dos 30°C, as equipes começaram o jogo em ritmo mais lento, a fim de se preservarem para o segundo tempo. O jogo chegou a ser paralisado por alguns minutos na segunda etapa para que os jogadores tomassem água.

Mais acostumado com o campo, e disposto a sair do jogo com a vitória, o Paulista foi quem tomou a iniciativa durante boa parte da primeira etapa. A equipe de Jundiaí chegou até a acertar a trave de Julio Cesar, no chute de longe de Rone Dias, aos 15.

Apesar de ter melhorado no setor ofensivo na segunda metade do primeiro tempo, o Corinthians continuou assustando sua torcida com a "Linha Burra" - quando a defesa sai para deixar o adversário em impedimento.

Na frente, Danilo, Ramírez e Liedson mostraram que o entrosamento está melhorando com o tempo. Os três tiveram chance de concluir ao gol com perigo, ou de oferecer as jogadas aos companheiros, como no belo passe por elevação para Alessandro concluir cruzado, mas para fora, cara a cara com o goleiro, já no final da primeira etapa.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, um novo susto para a torcida do Corinthians, quando Barboza arrancou pelo meio, entrou na área driblando e mandou uma bomba que explodiu na trave.

Mas o desgaste pesou e a marcação quase sempre levou vantagem sobre o ataque, tanto para um lado quanto para o outro. Apesar de continuar sendo o destaque do time, Liedson desta vez não conseguiu garantir a vitória ao Corinthians.

No último minuto de jogo, o goleiro Cristiano - que já vinha sendo o destaque do Paulista - ainda salvou seu time na batida de Morais, de dentro da pequena área.

PAULISTA - 0 - Cristiano, Weldinho (Sidnei), Eli Sabiá, Rodrigo Sabiá, Guigov, João Paulo, Baiano, Fábio Gomes, Rone Dias (Vanderlei), Diego Barboza e Hernane (Fabiano). Técnico: Wagner Lopes

CORINTHIANS - 0 - Júlio César, Alessandro, Chicão, Leandro Castan, Marcelo Oliveira, Ralf, Jucilei (Paulinho), Ramírez (Morais), Danilo (Willian), Jorge Henrique e Liedson. Técnico: Tite

Cartões amarelos - Cristiano, Fabiano; Cartão vermelho - Paulinho; Renda e público - não disponíveis; Árbitro - Márcio Henrique de Góis; Local - Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí (SP)

Veja também:

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

link Ronaldo Fenômeno anuncia nesta segunda-feira o fim da sua carreira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.