Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Ivan Franco/EFE
Ivan Franco/EFE

Corinthians garante sua classificação para as oitavas de final da Libertadores

Alvinegro derrota o Racing no Uruguai por 2 a 0, gols de Dentinho e Elias, e assegura a primeira posição do Grupo 1 com 13 pontos; jogo foi marcado por falta de energia na etapa inicial

André Rigue, estadão.com.br

15 de abril de 2010 | 00h01

O Corinthians garantiu sua classificação para as oitavas de final da Copa Libertadores. Em duelo no Uruguai, o alvinegro derrotou o Racing por 2 a 0, gols de Dentinho e Elias, e assegurou a liderança do Grupo 1 com 13 pontos - é o time com a melhor campanha entre os 32 participantes da competição sul-americana.

 

Veja também:

LIBERTADORES - tabela Tabela e classificação

linkPresidente do Corinthians será o chefe da delegação brasileira na Copa

linkRoberto Carlos diz que time venceu 'com autoridade'

 

A Libertadores é o único torneio que sobrou para o Corinthians. O clube foi eliminado no Campeonato Paulista e estreia no Brasileirão apenas no dia 9 de maio, contra o Atlético-PR, no Pacaembu. Antes do início no Nacional, o clube fechará sua participação na fase de grupos da competição sul-americana contra o Independiente, no próximo dia 22.

 

A vitória desta quarta-feira foi conquistada sem muita dificuldade. O maior problema encontrado pelo alvinegro foi a falta de luz que atingiu o estádio Parque Central, em Montevidéu, no começo do primeiro tempo - os organizadores não colocaram combustível nos geradores e o campo ficou sem iluminação por 15 minutos.

 

 Racing0
Contreras; Brasesco, Hernández (Reyes), Pallas e Tejera    ; Cazulo (Barrientos), Vega (Lopez), Ostolaza e Mirabaje; Cauteruccio e Quiñonez
Técnico: Juan Verzeri
 Corinthians2
Julio Cesar; Moacir    , Chicão, William e Roberto Carlos; Ralf, Jucilei, Elias e Danilo (Paulo André); Dentinho (Iarley) e Ronaldo (Jorge Henrique    )
Técnico: Mano Menezes
Gols: Dentinho, aos 33 minutos do primeiro tempo; Elias, aos 42 minutos do segundo tempo

Árbitro: Héctor Baldassi (ARG)

Estádio: Parque Central, em Montevidéu (URU)

Sem o goleiro Felipe, ainda em recuperação, o Corinthians atuou no estilo que Mano Menezes gosta na Libertadores: com forte marcação e velocidade no contra-ataque. O primeiro gol foi marcado aos 33 minutos do primeiro tempo, com Dentinho, que chutou no canto esquerdo de Contreras após aproveitar rebote em cruzamento de Roberto Carlos.

 

Dentinho também foi o melhor jogador do Corinthians na etapa final. O atacante criou uma boa chance para ampliar aos 3 minutos, após invadir a área pela direita e chutar forte para o gol - Contreras espalmou.

 

Sem ser pressionado, o Corinthians foi ameaçado apenas uma vez, aos 22 minutos, após cobrança de falta de Mirabaje de fora da área. Julio César, substituto de Felipe, espalmou e mandou para escanteio - a bola estava molhada por causa da chuva e deu um pouco de trabalho.

 

Aos 42 minutos, o Corinthians fechou a vitória com um gol de Elias, que também teve uma boa atuação na partida. O volante cabeceou para as redes após aproveitar cruzamento de Jucilei.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.