Corinthians: Gil não renovará contrato

As diretorias do Cruzeiro, do São Paulo e do Palmeiras ficaram interessadas. O diretor da MSI, Paulo Angioni, confirmou que Gil não renovará contrato com o Corinthians. A partir de julho ele poderá assinar pré-contrato com qualquer equipe brasileira ou do Exterior. E, em dezembro, sair gratuitamente do Parque São Jorge.Não houve surpresa na decisão tomada pelo procurador do jogador, Gilmar Rinaldi e Angioni. Desde a chegada da MSI, com os jogadores recebendo salários milionários, Gil estava decidido a dar uma ?virada? na carreira. Ou ele receberia um grande aumento ou iria embora com o seu atestado liberatório em dezembro."Eu sei que em dezembro vou cuidar da minha vida. Chegou a hora de ganhar dinheiro. Desde 2000 tive várias propostas para deixar o Corinthians e não saí. Agora estou com tudo na mão. Em dezembro posso ir para onde quiser, com o clube não ganhando nada", disse Gil à Agência Estado no início de maio. O atacante já deixava antever a sua vontade de sair.Gil se sentiu desvalorizado até nas pequenas coisas no clube. Quando Tevez disse que iria jogar com a camisa 10, o jogador marcado pela timidez se rebelou e quis continuar com esse número. Só que os seus protestos foram recebidos com frieza pela diretoria da MSI. E Tevez teve a camisa 10 entregue com festa.Por coincidência ou não, depois das reclamações pelo número da camisa Gil acabou indo para a reserva. Ele ficou irritadíssimo, principalmente com o comportamento do ex-técnico Passarella, que lhe tirou a posição. A vingança seria esperar a renovação do seu contrato. Por isso a notícia de que Gil está à disposição de outros clubes não surpreendeu.O procurador do jogador, Gilmar Rinaldi, não quis colocar fogo no fim de casamento de Gil com o Corinthians. "Olha, a nossa prioridade está nos clubes do Exterior. Não quero atrapalhar a vida do Gil no Corinthians, onde ele deve atuar até dezembro, e acertar a sua ida para outro clube do Brasil. A nossa prioridade é ir para o Exterior", afirmou Gilmar.Sobre Carlos Alberto, o diagnóstico médico do jogador foi bem menos preocupante do que se pensava no clube. O enjôo constante do meia não é devido a úlcera como se suspeitava. Ele, que é apaixonado por chocolate e fast food, tem apenas uma leve gastrite, causada provavelmente pela péssima alimentação que ele faz fora do clube.Como o Corinthians só voltará a jogar no dia 12, em Mogi-Mirim (SP), contra o Flamengo, os jogadores ganharam todo o final de semana de descanso. Nada de treinos, nem no sábado, muito menos no domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.