Corinthians: hino ganha versão em tango

Circula na internet, desde o início do mês, uma versão do hino do Corinthians com arranjo de tango. A obra, uma sátira feita por computador, foi criada pelo produtor musical e fanático corintiano Gabriel Carrera. "Queria fazer uma homenagem ao Tevez e ao Sebá", diz ele. A idéia nasceu de uma brincadeira entre Carrera e o médico Osmar de Oliveira, seu amigo. "Ele me disse que ia fazer no computador e eu achei engraçado. Depois de pronto, me impressionei com o resultado, ficou muito legal, e comecei a espalhar", afirma Osmar. Na versão, Carrera se baseou em tangos do compositor argentino Astor Piazzolla e chamou amigos para executar as melodias parodiando o hino original, criado nos anos 1960 por Lauro D´Ávila, e para cantar a letra, que não foi traduzida. "O hino já é propício para um arranjo de tango, foi fácil. Mas, no final, deixei a letra e coloquei um sambão porque o Corinthians é Brasil, é samba", diz o produtor. A música fez sucesso e foi até reproduzida nas caixas de som do Pacaembu, no jogo contra o Rio Branco. "Levei um susto, eu estava lá e comecei a ouvir a música. Só espero não ter que transformar o hino todo em tango, já que os argentinos não param de chegar", diz Carrera. Ouça o hino do Corinthians em ritmo de tango

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.