Nilton Fukuda/AE
Nilton Fukuda/AE

Corinthians inaugura Centro de Treinamento no Parque Ecológico do Tietê

CT é batizado com o nome do médico Joaquim Grava; clube ainda construirá um hotel para a concentração dos jogadores

estadão.com.br,

17 de setembro de 2010 | 12h54

O Corinthians, enfim, inaugurou seu novo Centro de Treinamento no Parque Ecológico do Tietê, em São Paulo. Após alguns meses de atraso, o clube apresentou nesta sexta-feira a estrutura que será utilizada pelos jogadores e pelos membros da comissão técnica.

 

Veja também:

mais imagens GALERIA - Imagens do novo CT

linkConselho aprova construção em Itaquera

 

Ronaldo, Dentinho e o presidente Andrés Sanchez participaram da inauguração. O grande homenageado foi Joaquim Grava - o CT do Parque Ecológico foi batizado com o nome do médico.

 

Além de uma grande colaboração de Grava, Ronaldo também teve participação na construção do CT, ao dar dicas da estrutura utilizada pelo Real Madrid, Inter e Milan.

 

Inicialmente, os dirigentes pretendiam terminar o CT no primeiro semestre deste ano. Contudo, o Corinthians enfrentou dificuldades e só neste mês apresentou o local para a imprensa. Apesar da inauguração, as obras ainda prosseguirão no Parque Ecológico com a construção de um hotel.

 

"Estou orgulhoso. Infelizmente nas últimas décadas estávamos preocupados só com o futebol, com atletas e não com a estrutura. Desde que assumi, trabalhamos no sentido de pensar na estrutura do clube. Não pensamos apenas na gestão do Andrés e sim em projetos para o futuro. Estamos no caminho certo, inaugurando a primeira fase, mas vamos ter continuidade com outros presidentes", afirmou Andrés, em entrevista para a TV Bandeirantes.

 

Quando o projeto estiver finalizado com a construção do hotel (em maio de 2011), o Corinthians acredita que terá um CT que não ficará atrás de nenhum outro clube brasileiro.

 

O Corinthians não deve mais treinar no Parque São Jorge. A estrutura do Centro de Preparação e Reabilitação Osmar de Oliveira (Ceproo) já foi transferida para o Parque Ecológico. As obras na sala de imprensa (de 400 m²), nas piscinas de hidroterapia, nos vestiários e no refeitório já estão praticamente concluídas.

 

Atualizado às 13h30 para acréscimo de informação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.