Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Corinthians inicia a semana decisiva entre o 'céu e o inferno'

Equipe pode conquistar o título da Copa do Brasil ao mesmo tempo em que vive situação bastante delicada no Campeonato Brasileiro

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

15 Outubro 2018 | 05h03

O Corinthians inicia a semana da decisão contra o Cruzeiro vindo de uma derrota para o Santos por 1 a 0, no Pacaembu, e convivendo com dois cenários completamente diferentes quando olha para o Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil

A necessidade de “virar a chave”, rotina em clubes que disputam duas ou mais competições ao mesmo tempo, é mais do que um discurso clichê no Corinthians. É uma realidade. Afinal, a equipe está a um jogo de poder conquistar o título da Copa do Brasil – ainda que tenha de reverter o marcador adverso de 1 a 0 na partida de ida, em Minas – e ao mesmo tempo vive situação delicada no Campeonato Brasileiro – já começa a flertar com a zona de rebaixamento: tem 35 pontos em 29 jogos. 

Jair Ventura admitiu, após a derrota para o Santos, estar preocupado. Disse que o time precisa saber lidar com as situações. “O céu e o inferno estão próximos demais, mas não podemos deixar nossa condição no Brasileirão nos atrapalhar para a decisão de quarta-feira.”

O fato é que o resultado contra o Cruzeiro será fundamental para a sequência de trabalho de Jair. O título lhe dará um pouco de paz, mesmo com o torcedor assustado com a proximidade da zona de rebaixamento.

Caso a taça da Copa do Brasil fique com o Cruzeiro (joga pelo empate em Itaquera), a pressão sobre o técnico deverá ser grande, mesmo recém-chegado. Ele decidiu priorizar a Copa do Brasil. Por isso apostou em formação mista contra o Santos. Foram quatro titulares que estavam no jogo de Minas – Léo Santos, Gabriel, Douglas e Mateus Vital. “Quando entramos com times alternativos, perdemos pontos. Já imaginava isso”, disse Jair, consciente dos riscos.

 
 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.