Corinthians inicia caminhada rumo à Série A

Time terá 208 dias e 38 jogos para garantir retorno à Série A; a meta está estabelecida é de 72 pontos

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

10 de maio de 2008 | 13h04

Ao mesmo tempo em que Speed Racer e Homem de Ferro fazem sucesso nos cinemas, o Corinthians espera triunfar em sua aventura de 2008. Neste sábado, às 16 horas, contra o CRB, no palco preferido, o Pacaembu, inicia a caminhada na Série B do Brasileiro. A jornada corintiana vai durar 208 dias e terá 38 jogos. A meta está estabelecida: 72 pontos, o título e um triunfal retorno à Série A. Veja também: Classificação Resultados e calendário A fórmula para brilhar, traçada por Mano Menezes, mescla velocidade e força, características marcantes das duas sensações das telonas na atualidade. Diante dos alagoanos, Mano usará um esquema com três meias e dois atacantes: Lulinha, Eduardo Ramos e Douglas na armação e Dentinho e Herrera na frente - os atacantes jogarão pelos lados, fechando para o meio para finalizar. "Não podemos abrir mão de nos impormos como equipe maior, temos de propor mais o jogo", afirma o treinador, revelando qual será a estratégia nas primeiras rodadas. "Estréia cria tensão e o importante é fazer o resultado, sem preocupação de show, de jogo maravilhoso. Uma vitória dá calma para os jogos seguintes, nos quais buscaremos abrir vantagem em relação aos concorrentes." O Corinthians só atuará nos fins de semana até a nona rodada na Série B. Na competição, serão 30 jogos aos sábados e apenas 8 às terças-feiras. Largar na frente, como Speed Racer faz nos filmes, significa abrir vantagem para não correr riscos. Na tela, ele sofre com golpes sujos. No campo, as armadilhas serão os campos esburacados e as torcidas rivais.  CORINTHIANSFelipe; Carlos Alberto, Chicão, William e André Santos; Fabinho, Eduardo Ramos, Lulinha e Douglas; Dentinho e Herrera.Técnico: Mano Menezes. CRBJefferson; Plínio, Matheus e Márcio; Marcos, Serginho, Fabiano Silva, Élder, Boiadeiro e Marcinho; Júnior Amorim.Técnico: Roberval Davino.Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ).Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)Horário: 16 horasRádio: Eldorado/ESPN - AM 700TV: Globo e RedeTV"Precisamos ganhar sempre em casa, pois atuaremos em campos ruins fora. Numa Série B dura, conseguiremos ganhar com seriedade, respeito e organização", diz Mano. "Se não se cuidar, perde, como aconteceu com o Grêmio diante da Anapolina (em 2005, quando dirigia o clube gaúcho). Isso abala tudo. Temos de ser constantes." Tony Stark, o Homem de Ferro, é criado para derrotar os inimigos com sua força fora do comum. Mano confia na união e na força do grupo, praticamente fechado - falta apenas um centroavante - para obter êxito. "Se repetirmos os últimos resultados, conseguiremos." A Série B termina em 29 de novembro. E, até lá, o Corinthians (visita na rodada final o América-RN) espera já ter garantido o acesso. Para, um ano após o desastre, trocar as lágrimas e o desespero por risos de felicidade e poder desejar a todos feliz Natal e próspero ano novo. Sem ser alvo de chacota.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansBrasileirão Série B

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.