Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians

Corinthians inicia preparação para duelo com a Ponte ainda sem Fábio Santos

Já classificada para as quartas de final do Paulistão, equipe alvinegra busca adaptação rápida ao estilo do técnico Vitor Pereira

Redação, Estadão Conteúdo

07 de março de 2022 | 16h13

Sem poder contar novamente com o lateral Fábio Santos, que vem realizando um tratamento para dores na região lombar, o Corinthians se reapresentou nesta segunda-feira de olho no confronto contra a Ponte Preta, neste sábado, às 18h30, na Neo Química Arena, pela 11ª rodada do Campeonato Paulista. O clube do Parque São Jorge terá que buscar a reabilitação após perder o clássico contra o São Paulo por 1 a 0.

O técnico Vitor Pereira dividiu a equipe em dois grupos. Os titulares contra o São Paulo fizeram um trabalho tático e finalizaram na academia, enquanto os demais atletas realizaram um treinamento de posse de bola conduzido pelos auxiliares e, depois, uma atividade de enfrentamento em campo reduzido.

Assim como aconteceu na última semana, o treinador novamente contou com alguns jogadores das categorias de base. Treinaram com o grupo: o zagueiro Robert Renan, o lateral-direito Daniel Marcos, o lateral-esquerdo Reginaldo e o meio-campista Keven.

Além de Fábio Santos, Vitor Pereira não pôde utilizar o volante Xavier, com uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda, e com o meia Roni, com um desconforto no músculo posterior da coxa direita. Eles ficaram na fisioterapia.

O meia Gabriel Pereira também não foi a campo. O Corinthians está negociando o atleta com o New York City, dos Estados Unidos, e, por isso, o liberou das atividades.

Apesar da derrota para o São Paulo, o Corinthians já confirmou sua classificação às quartas de final e está a um ponto de garantir a primeira posição do Grupo A. O time alvinegro tem 17, contra 11 da Inter de Limeira. Água Santa e Guarani somam dez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.