José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Corinthians já tem nomes se Tite resolver ir embora

Dirigentes não querem ser surpreendidos com uma eventual saída do treinador. Mano seria o primeiro da fila

VÍTOR MARQUES, O Estado de S. Paulo

21 de setembro de 2013 | 08h00

SÃO PAULO - Só há uma certeza em meio à crise que vive o Corinthians. Se Tite deixar o clube por causa da sequência de maus resultados - e isso passa pelo jogo deste domingo contra o Cruzeiro -, Mano Menezes é o candidato numero 1 a assumir a equipe. O outro é Abel Braga, que agrada parte da diretoria. Esse é o cenário que se desenha caso o time não reaja a partir do jogo contra o líder do Brasileirão e, principalmente, na quarta-feira quando o Corinthians recebe o Grêmio no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Como esses dois jogos serão no Pacaembu, e um deles é mata-mata, resultados negativos terão um peso maior e influenciarão na permanência ou não de Tite, segundo dirigentes. Na visão deles, o treinador pode pedir demissão num ato extremo se ele se sentir desconfortável no cargo. Esse não é o cenário preferido pelo presidente Mário Gobbi, que ontem voltou a acompanhar o treino do time no CT Joaquim Grava. Ele presenciou, durante boa parte da tarde, o rachão. De outro lado de campo, estava Tite. Apesar da série de cinco jogos sem vitórias (e são três derrotas seguidas) o clima foi de descontração.

Gobbi defende a permanência do treinador, que está no clube desde 2010 e tem contrato até dezembro. Se o time reagir e Tite passar por esse turbilhão, ele e a direção vão se reunir para conversar, muito provavelmente no final de outubro. Esperar até dezembro seria arriscado demais para o clube, porque Tite pode preferir ir embora e o time, então, ficaria sem treinador às vésperas do início da temporada 2014. Os técnicos preferidos pela direção já poderiam estar empregados. Um nome que também agrada à diretoria do Corinthians e que está empregado é o de Oswaldo de Oliveira, do Botafogo - ele foi campeão do mundo em 2000. O trabalho dele no clube carioca o colocou em evidência.

MUDANÇAS

Tite define na hora do jogo o time que enfrenta o Cruzeiro. Alessandro, que se recupera de lesão, pode ajudar e muito a vida do treinador. Se ele puder jogar, vai voltar à lateral e Edenílson vai para o meio. Outra opção é a estreia de Jocinei, que jogaria no meio de campo. Na sexta, ele treinou ao lado de Ralf, o que dá sinais de que está sendo preparado para ir para o jogo. E prova que Ibson e Maldonado estão na berlinda e só jogam em último caso. Com Guerrero suspenso, Danilo deve voltar para reforçar o setor de criação com Douglas. E, no ataque, Pato e Romarinho.

Depois do treino, o gerente de futebol Edu Gaspar negou que o time tenha caído de produção por motivos extracampo. “Isso não aconteceu. Tivemos uma queda de produção. São os mesmos atletas e a mesma comissão técnica e vamos buscar recuperar o desempenho que tínhamos antes.” Sobre a perda de mando de campo de quatro jogos no Brasileirão, a diretoria e a comissão técnica analisam quais cidades poderão receber os jogos. O critério será técnico, dando preferência a estádios que tenham bom gramado. Depois disso, a CBF vai confirmar se autoriza a disputa dos jogos nessas cidades. Presidente Prudente já se ofereceu a receber pelo um dos jogos do Corinthians que entraram na punição - contra Bahia, Atlético-PR, Criciúma e Santos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansTitebrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.