Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Corinthians joga no domingo com a cabeça na quarta em Chapecó

Time alvinegro deve poupar jogadores para duelo decisivo pela Copa do Brasil

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

12 Agosto 2018 | 06h00

Assim como fez contra o Atlético-PR, o Corinthians deve poupar alguns jogadores para enfrentar a Chapecoense neste domingo, às 16h, no primeiro de dois jogos contra a equipe catarinense. A segunda partida acontece na quarta-feira, pela Copa do Brasil, motivo que faz o técnico Osmar Loss dar descanso para seus principais jogadores. 

Preocupado com o desgaste físico dos atletas, Loss deve escalar um time praticamente reserva. O treinador não deu pistas de quem vai jogar, mas a tendência é que Cássio seja um dos poucos titulares. Desfalque certo é o zagueiro Pedro Henrique, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Léo Santos entra em seu lugar.

Na quarta-feira, a equipe alvinegra também joga em Chapecó e com uma vantagem. Como venceu o primeiro jogo por 1 a 0, na Arena Corinthians, joga pelo empate. Derrota por um gol de diferença e a decisão vai para os pênaltis e se perder por dois ou mais gols, o time está eliminado. Por isso, todo cuidado é pouco.

A Chapecoense espera aproveitar que o adversário vai a campo com reservas para tentar sair da zona de rebaixamento em duelo que marca a estreia do técnico Guto Ferreira, substituto de Gilson Kleina. 

Sem tempo para treinar, Guto não deve promover muitas mudanças. Com lesões na panturrilha, o volante Elicarlos e o atacante Wellington Paulista foram vetados pelo departamento médico.

FICHA TÉCNICA

Chapecoense: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Orsuza, Yann Rolim e Canteros; Leandro Pereira e Osman

Técnico: Guto Ferreira

Corinthians: Cássio; Mantuan, Marllon, Léo Santos e Carlos; Gabriel, Araos, Marquinhos Gabriel, Mateus Vital e Emerson Sheik; Roger 

Técnico: Osmar Loss

Juiz: Grazianni Maciel Rocha (RJ)

Local: Arena Condá, em Chapecó

Horário: 16h

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.