Corinthians joga seu futuro em Moscou

O Corinthians enfrentará o Saturn Ramenskoye, neste domingo, às 11 horas de Brasília, acreditando que o amistoso poderá abrir um importante mercado para o clube no futuro. O conceito do time de Geninho na Rússia é surpreendentemente bom, apesar da campanha irregular no Campeonato Brasileiro.Desde a saída do Brasil, Geninho mostrou-se preocupado. O técnico não faz a menor idéia de como seus meninos vão reagir diante de um estádio lotado contra um adversário desconhecido. Para complicar, a temperatura local, em torno dos 11 graus, também conspira contra o Corinthians.Nos dois treinos realizados no Saturn Stadium - sexta-feira e neste sábado - o treinador mexeu pouco na equipe. A novidade poderá ser a escalação de André Luiz no meio-de-campo. O jogador, no entanto, deverá jogar só meio tempo.O preparador físico Moracy Sant?Anna, que está com a Seleção na Colômbia, recomendou que o jogador não seja submetido a um esforço muito grande. "Queremos ele inteiro para o jogo do dia 13, contra o Fortaleza", lembrou o Moracy.Mesmo com André Luiz, o Corinthians vai jogar com cautela. Geninho prevê um jogo difícil, até pelo investimento feito pelos russos em cima do amistoso - além da cota de U$ 150 mil, os organizadores pagaram hospedagem e passagem de primeira classe para 40 pessoas. Além disso, o clima é totalmente favorável ao adversário. Neste domingo Moscou completa 856 anos e o nacionalismo tomou conta da cidade. "Não será um jogo fácil. Aliás, de amistoso esse jogo não tem nada", disse Geninho.Badalação - O Corinthians provocou um verdadeiro alvoroço em Moscou. Os garotos das categorias de base do Saturn e seu time feminino acompanharam com interesse os treinos do time brasileiro. Fabrício e Betão até comandaram um coro que a torcida corintiana costuma cantar: "Ô, ô, ô... Todo poderoso timão".O Corinthians voltará ao Brasil domingo à tarde. A delegação retorna sem a maioria de seus dirigentes, que seguem até a China - onde o clube negocia uma série de escolinhas de futebol. A viagem faz parte do plano de internacionalização do time. Nos Estados Unidos, quem está agendando amistosos é a Nike.Por isso, é proibido voltar com mau resultado. Uma derrota por goleada comprometeria os planos da Nike e do próprio Corinthians. O time jogará com: Rubinho, Coelho, Anderson, Marquinhos e Fininho; Fabinho, Fabrício, Robert e André Luiz; Jamelli e Wilson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.