Corinthians: jogo para abrir caminhos

O clássico São Paulo e Corinthians, nesta segunda-feira, 20h30, no Morumbi, remarcado pelo STJD, é quase uma decisão do Campeonato Brasileiro. Basta o Corinthians vencer para o título ficar a um passo do Parque São Jorge. Líder absoluto, passaria a 69 pontos ? nove a mais que o Goiás, segundo colocado com 60. Restariam ainda nove rodadas ? 27 pontos ? para o encerramento do Brasileirão. A situação do Corinthians ficaria tão confortável que seus concorrentes teriam de vencer a maioria dos seus nove jogos e ainda torcer por uma série de tropeços do time do Parque São Jorge. A única esperança dos adversários é a seqüência de jogos do Corinthians, que pode favorecer os concorrentes ao título: seis jogos fora de casa e três no Pacaembu.Depois do clássico desta segunda contra o São Paulo, o Corinthians visita o desesperado Paysandu, em Belém. Em seguida, um bom refresco: o frágil Vasco, no Pacaembu. Em Minas Gerais, enfrenta o irregular Cruzeiro. Em seguida, recebe o Santos no Pacaembu, clássico marcado por muitas polêmicas neste campenato.Depois do Santos, dois jogos fora de casa: visita o Coritiba no Paraná e o São Caetano no ABC. E terá uma partida complicada contra o Internacional, no Pacaembu. Após a batalha contra o time gaúcho, enfrenta a Ponte Preta também em casa.Na última rodada, vai até Goiânia para jogar contra o Goiás. O plano da comissão técnica e dos jogadores do Corinthians é chegar nesta partida com o título já garantido. Ninguém no Parque São Jorge espera que a decisão aconteça na última rodada.Fora da briga pela taça, o São Paulo joga o clássico para dar uma ferroada no líder e uma sobrevida ao campeonato. Nem jogadores, nem o técnico e muito menos os dirigentes do São Paulo queriam repetir o clássico contra o Corinthians.

Agencia Estado,

24 de outubro de 2005 | 09h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.