Corinthians leva 18 seguranças a Campinas

Preocupado com os últimos protestos da sua torcida, a diretoria do Corinthians preferiu exagerar na cautela e no esquema de segurança para seus jogadores em Campinas. Um verdadeiro time, com 18 seguranças, tratou de deixar o elenco tranqüilo. E tudo funcionou bem no Majestoso, principalmente na chegada da delegação. Na frente do estádio havia apenas um pequeno grupo de torcedores, mas todos ponte-pretanos. Mas os "leões de chácara" nem tiveram trabalho porque a Polícia Militar também armou boa proteção aos visitantes, que saíram do ônibus e entraram no vestiário sem nenhum tipo de pressão. Era tudo que desejava o técnico Oswaldo de Oliveira. "Jogar aqui em Campinas é difícil, mas tudo transcorreu bem fora de campo. Não podemos falar nada", analisou. A "Fiel Torcida" marcou presença, mas entrou no estádio pelos portões de fundo sem contato com o time. Antes do jogo, Piá fez questão de cumprimentar a todos adversários e, em especial, ao técnico Estevam Soares. "Ele é meu pai", comentou. A estréia do meia, coincidentemente, aconteceu diante do clube pelo qual defendeu cinco anos. Piá, que sempre alternou como herói e vilão, recebeu as esperadas vaias da torcida da casa. Flávio confirmado - A boa notícia para a torcida campineira foi confirmada à tarde pela diretoria: a contratação do volante Flávio.Há duas semanas ele já tinha acertado as bases salariais com o clube, mas ainda dependia da liberação por parte do Palmeiras, que ainda detêm seus direitos federativos. O novo reforço se apresenta na quinta-feira, mas ainda não terá condições legais de jogo por duas rodadas. Fisicamente ele também precisa se recuperar, porque não disputa um jogo desde ano passado quando defendeu o Internacional-RS. Ainda persiste a dúvida sobre o destino do zagueiro Gabriel. Ele foi vendido ao empresário Juan Figer por US$ 400 mil e poderia ser emprestado ao Palmeiras. Há ainda outros dois clubes interessados em seu futebol, mas caso nenhum negócio seja fechado ele continuará no Majestoso, pelo menos, até dezembro.

Agencia Estado,

21 de abril de 2004 | 22h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.