Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Corinthians leva ampla vantagem em duelos de mata-mata com o São Paulo

As duas equipes começam a decidir neste domingo, às 16 horas, no Morumbi, o título do Campeonato Paulista

João Prata e Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

13 de abril de 2019 | 17h02

O São Paulo tentará quebrar um jejum histórico contra o Corinthians na decisão deste domingo do Campeonato Paulista. A última vitória em um confronto de mata-mata foi em 2000, na semifinal do Estadual. Desde então, só deu Corinthians, com uma sequência de bons resultados diante do rival em fases decisivas.

Na Copa do Brasil, em 2002, o alvinegro levou a melhor na semifinal e naquele mesmo ano ganhou a decisão do Torneio Rio-São Paulo sobre o time do Morumbi. No ano seguinte, foi campeão em cima do tricolor na final do Paulistão. Depois, em 2009, o resultado se repetiu, desta vez na semifinal.

Em 2013, as duas equipes se encontraram pela decisão da Recopa Sul-Americana. O Corinthians levou a melhor mais uma vez. Nos anos de 2017 e 2018, pelo Campeonato Paulista, o Corinthians passou pelo São Paulo nas semifinais e depois se sagrou campeão estadual.

Esse retrospecto recente favorável em partidas decisivas se junta a um histórico vencedor para o Corinthians. Até hoje, as duas equipes disputaram nove finais, com seis vitórias do time do Parque São Jorge e apenas três do São Paulo.

Agora, os dois rivais de longa data voltam a se enfrentar em uma decisão e cada lado joga o favoritismo para o outro. O Corinthians tem um time mais experiente e com jogadores com um currículo vitorioso. O São Paulo, por sua vez, tem jovens querendo um lugar ao sol.

“O Corinthians tem um time vencedor, é só ver os títulos do Cássio, Fagner, Jadson, Ralf, Vagner Love... São muitos jogadores vitoriosos, assim como o Palmeiras também tem, mas temos jovens buscando isso”, comentou o técnico Cuca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.