Corinthians luta para manter Dida

O Corinthians só está esperando a Copa do Mundo terminar para reabrir as negociações com o Milan na tentativa de manter o goleiro Dida no Parque São Jorge. Como ele não vem sendo o titular da Seleção Brasileira, os dirigentes acreditam que existe a possibilidade da prorrogação do empréstimo ou uma maior facilidade para a compra do passe. ?Até que se defina a situação de Dida, vamos aproveitar os jogadores que o Corinthians tem para a posição. Já está mais do que na hora de darmos uma chance para Doni, Rubinho e Gléguer ?, disse o auxiliar-técnico Jairo Leal. A permanência de Dida e a reposição das peças que Carlos Alberto Parreira perdeu no primeiro semestre ? Luizão e Luiz Mário ?, além da contratação de um bom reserva para Ricardinho, são os assuntos das reuniões quase diárias entre o presidente Alberto Dualib e o supervisor Edvar Simões. Porém, isso não significa que o clube está com pressa para contratar. Como o clube está sem dinheiro em caixa e o futebol tem de repassar todos os meses R$ 900 mil para socorrer os demais esportes e o departamento social, Dualib sonha em reforçar o time trocando jogadores que não fazem parte dos planos de Parreira por revelações de clubes do interior e de outros Estados. Se não der certo, o Corinthians vai atravessar o segundo semestre com a equipe que tem, sob a alegação de que já tem vaga garantida para a disputa da Copa Libertadores de 2003.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.