Corinthians luta por Wellington Dias

Para não ficar atrás dos arqui-rivais, a diretoria do Corinthians pretende anunciar nesta segunda-feira que fechou a contratação do meia-atacante Wellington Dias com o Brasiliense. O acerto financeiro já foi feito com o jogador e, segundo dirigentes da equipe de Brasília, a negociação só não foi concretizada até agora porque necessita da palavra final do presidente do clube, o ex-senador Luís Estevão. O cartola, que passou o fim de semama viajando, é aguardado nesta manhã na sede do clube. Enquanto preparam a apresentação do novo reforço, os dirigentes corintianos continuam envolvidos com a polêmica negociação entre o meia Ricardinho e o São Paulo. Depois de passar a última semana em Los Angeles, no Estados Unidos, para cuidar dos detalhes de seu novo livro, o vice-presidente de Futebol, Antonio Roque Citadini, voltou com a pilha renovada e não poupou críticas aos ?colegas? tricolores. "Esqueçam o Ricardinho no São Paulo", afirmou, conciso. "Ele (o jogador) só sai do clube se for para jogar na Europa." Já o técnico Carlos Alberto Parreira não consegue mais esconder sua contrariedade e irritação com a situação. Sem saber se pode treinar ou não com o meia, pressiona a diretoria para acelerar o desfecho do caso. "Preciso saber com quem posso contar ou não nessa fase de preparação para o Campeonato Brasileiro", disse. A estréia do Corinthians é no domingo, às 17 horas, no Mineirão, contra o Atlético-MG.

Agencia Estado,

04 Agosto 2002 | 20h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.