Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Corinthians minimiza ajuda a rivais antes de confronto com o Inter

Se vencer o Colorado pela 26ª rodada do Brasileirão, time alvinegro colabora com São Paulo e Palmeiras na briga pela liderança

João Prata, O Estado de S.Paulo

19 Setembro 2018 | 11h00

A ordem no Corinthians é olhar apenas seus objetivos na competição e esquecer que uma eventual vitória sobre o Internacional no próximo domingo pode ajudar o São Paulo e o Palmeiras na briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

"A gente tem que pensar somente no Corinthians e brigar pelos nossos objetivos. Temos que buscar a vitória para retomar confiança e dar novo ânimo para a equipe. Pedimos tanto essa semana de trabalho e vamos ter que justificar isso no jogo de domingo", disse o volante Gabriel.

O Corinthians ocupa apenas a oitava colocação na tabela, com 33 pontos, distante da briga pela ponta da tabela. Atualmente, o São Paulo é o líder com 50 pontos, um a mais do que o Inter e três na frente do Palmeiras. Portanto, uma vitória sobre a equipe gaúcha ajudaria os rivais paulistas.

O time alvinegro bateu o Sport por 2 a 1 na última rodada e alcançou o primeiro triunfo sob o comando do técnico Jair Ventura. No entanto, a equipe ainda segue ameaçada pelo rebaixamento. Apenas seis pontos separam o Corinthians do Ceará, o 17º colocado na classificação. 

O treinador ainda não deu pistas de quem mandará a campo, mas a tendência é que repita quase que a mesma formação do último domingo. As novidades ficam pelo retorno de Fagner na lateral direita e a entrada do volante Gabriel na vaga de Ralf, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. "Ainda não sei se vou jogar. O que cabe a nós é trabalhar para, se for escalado, fazer o melhor e buscar a vitória por ser dentro de casa", complementou Gabriel.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.