Corinthians mostra interesse em William, do Shakhtar

O Corinthians ainda não desistiu da rocambolesca contratação do argentino Montillo para o seu meio de campo em 2012, mas já começou a procurar mais seriamente outras alternativas. E aquela que mais despertou interesse foi a de William, do Shakhtar Donetsk, time da Ucrânia.

AE, Agência Estado

27 de dezembro de 2011 | 07h27

Segundo o presidente em exercício do clube, Roberto Andrade, o Corinthians cogita trazer de volta o jogador que saiu de sua categoria de base e foi vendido à equipe ucraniana em 2007. "Nós estamos atentos à situação do William. O pai dele conversou conosco, mas o Shakhtar ainda não se manifestou sobre a liberação. Vamos aguardar para sentar e conversar. Ainda não evoluímos na conversa", afirmou o dirigente em entrevista à Rádio Bandeirantes, de São Paulo.

A proposta inicial para repatriar William seria por empréstimo de seis meses. A multa rescisória do meia, para contratá-lo, está estipulada em 30 milhões de euros (cerca de R$ 70 milhões). Willian tem contrato com o Shakhtar Donetsk até 2014.

Segundo Andrade, o jogador teria interesse em permanecer o primeiro semestre no País por conta de questões pessoais. Além disso, o fato de ele poder disputar a Copa Libertadores seria um atrativo a mais. Mas Roberto Andrade deixou claro que Montillo ainda é o plano A do clube. E que a confiança de que o negócio será fechado ainda é grande.

"Todos os fatores são favoráveis. O BMG tem participação nos direitos sobre o jogador e quer que o Montillo venha trabalhar conosco. O Montillo quer jogar no Corinthians", declarou.

O presidente corintiano acredita que uma definição possa acontecer logo depois da virada de ano. "Essa época é mais parada mesmo. Vamos acabar acertando com o Cruzeiro, confio nisso. Tenho certeza que vamos chegar a um acordo financeiro com o Cruzeiro".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansWilliam

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.