Corinthians muda para acabar com jejum de vitórias

Mano Menezes recua Elias, para jogar ao lado de Edu, Jucilei vai para a ala direita e Diego na esquerda

Fábio Hecico, O Estado de S. Paulo

16 de agosto de 2009 | 08h33

Evelson de Freitas/AE

Mano Menezes orienta o posicionamento de seus jogadores no treino no Parque Ecológico do Tietê

SÃO PAULO - Nunca desde que Mano Menezes chegou ao Parque São Jorge o Corinthians havia ficado cinco jogos, como agora, sem ganhar. A sequência negativa fez a direção se apressar nas contratações - apresentou Balbuena, negocia com Defederico e está perto de anunciar Sylvinho - e o treinador resgatar o esquema com três atacantes para pôr fim à incômoda série neste domingo, às 16 horas, contra o Atlético Mineiro, no Pacaembu (ao vivo aqui no estadao.com.br e na rádio Eldorado/ESPN - AM 700/FM 107,3)..

Veja também:

linkAtlético-MG vem a SP cheio de desfalques

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Temos de ganhar de qualquer jeito, não importa jogando como e por qual placar", disse Mano, incomodado com o tratamento (entenda-se críticas) que a equipe está recebendo depois dos tropeços. "Se fosse em qualquer outro lugar que um time conquistasse dois títulos, as comemorações durariam seis meses", reclamou. "Mas estão forçando uma crise aqui".

 CORINTHIANS
Felipe; Jucilei, Chicão, William e Diego; Edu, Elias e Boquita; Jorge Henrique, Henrique e Dentinho.
Técnico: Mano Menezes
 ATLÉTICO MINEIRO
Bruno; Werley, Alex Bruno e Thiago Cardoso; Marcos Rocha, Renan, Tchô, Júnior e Thiago Feltri; Diego Tardelli e Eder Luís.
Técnico: Celso Roth
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)

Estádio: Pacaembu, em São Paulo (SP)

Horário: 16 horas

Internet: estadao.com.br

Rádio: Eldorado/ESPN - AM 700/FM 107,3

TV: PPV

Edu será o primeiro volante ao lado de Elias. Jucilei jogará na ala direita e o zagueiro Diego vai entrar na esquerda (Marcelo Oliveira ainda acusa falta de ritmo), o que reforça a marcação e ajuda o esquema a sofrer variação do 4-3-3 para o 3-5-2 sem a necessidade de mudança de peças.

Elias voltará a atuar no setor em que chegou a ser elogiado por Ronaldo como 'o melhor do País'. Virá de trás, na condução de bola, de frente para os rivais. "O Elias fazia parte da engrenagem de levar o time à frente e com ele mais adiantado perdemos rendimento", reconheceu Mano Menezes. Boquita vai ser o armador, já que Morais, ainda se recuperando de lesão no joelho, não deve ter condições de jogo.

A ordem é sufocar o desfalcado Atlético. Os vários desfalques do oponente deixaram todos no clube mais confiantes. O clube mineiro tem três jogadores suspensos, outros quatro machucados e dois, emprestados pelo Corinthians (Wellington Saci e Carlos Alberto), impedidos de jogar por acordo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.