Corinthians na mira do Banco Central

O Corinthians poderá pagar caro pelas transações internacionais feitas pela MSI, parceira do clube, para a contratação de jogadores. O Banco Central investiga como estão sendo feitas as negociações e, caso constate irregularidade, irá impor pesada multa contra a agremiação. O problema estaria no fato de o dinheiro não ter passado pelo BC, obrigatório para qualquer empresa brasileira em caso de um negócio fora do País.Pessoas ligadas à MSI garantem não haver nenhum ato ilícito por se tratar de um grupo estrangeiro ? nesse caso, realmente, não haveria a necessidade de contatar o BC. Mas, segundo técnicos da instituição financeira, é uma entidade brasileira que está se beneficiando do dinheiro investido pela MSI. E os jogadores são registrados em nome do clube e não da empresa. Por isso, dirigentes ligados ao BC disseram ao ?Estado? que acompanharão de perto os procedimentos da MSI e do Corinthians para tomar alguma providência, caso necessário Até agora, o grupo de Kia Joorabchian comprou os direitos de três jogadores que estavam no exterior: o atacante argentino Carlos Tevez, ex-Boca Juniors, o zagueiro argentino Sebastian Domingues, ex-Newell?s Old Boys, e o meia Carlos Alberto, ex-Porto. Kia mandou o dinheiro diretamente de uma conta na Europa para a conta dos clubes que detinham os direitos dos atletas. Ou seja, o dinheiro foi para a Argentina e para Portugal sem passar pelo Brasil.Em 2000, à época presidido por Paulo Amaral, o São Paulo fez algo semelhante na contratação do volante chileno Maldonado. Tinha uma conta no exterior ? mais precisamente em Miam ? e mandou o dinheiro dessa conta direto para o Chile, país em que o atleta atuava, sem avisar o Banco Central. O BC, sabendo do procedimento do clube, impôs multa de 17,5% do valor total da transação. A confirmação foi feita ao ?Estado? pelo atual presidente são-paulino, Marcelo Portugal Gouvêa . O Flamengo também recebeu punição do BC pelo mesmo problema.?Estou preocupado . As pessoas no Corinthians sabem do risco que o clube está correndo, mas preferem que a MSI contrate craques para animar a torcida e justificar a parceria?, declarou um conselheiro do Corinthians, que preferiu não se identificar. ?Lá na frente a multa vai ser pesada.?O atacante argentino Tevez custou US$ 22 milhões. Se o percentual for o mesmo aplicado no caso da contratação de Maldonado, o Corinthians terá de desembolsar cerca de US$ 4 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.