Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Bruno Cantini/Atlético
Bruno Cantini/Atlético

Corinthians nega interesse na contratação de Cazares, do Atlético-MG

'Desde que cheguei em Minas Gerais o Corinthians sempre me quis', disse o equatoriano

Redação, Estadão Conteúdo

02 de dezembro de 2019 | 11h00

O diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, negou que o clube tenha interesse na contratação no meio-campo equatoriano Cazares, do Atlético-MG. "Posso garantir que Cazares não interessa e não vira ao Corinthians na próxima temporada", afirmou Duílio após a derrota do time no Independência, neste domingo, por 2 a 1.

Cazares foi o destaque do Atlético-MG na vitória diante do rival paulista. O equatoriano marcou o primeiro gol e sofreu pênalti, convertido pelo lateral Fábio Santos.

Após o confronto em Minas, Cazares desmentiu o dirigente corintiano e disse que o clube paulista sempre teve interesse na sua contratação. "Desde que cheguei ao Atlético, o Corinthians me quis. Vou terminar o ano bem e tranquilo", disse Cazares. O Atlético-MG ocupa posição intermediária na tabela, sem correr riscos.  

Apesar da negativa do diretor Duílio Monteiro Alves, o técnico interino Dyego Coelho rasgou elogiou à atuação e qualidade técnico do jogador ribal. "Cazares desequilibra. Eu me preocupo com meu time para atacar. A gente se preocupa com esses jogadores diferentes, dobra a marcação, tira espaço, mas quando o jogador é diferente não tem como evitar sua qualidade", elogiou Coelho.

O Corinthians ocupa a oitava colocação do Campeonato Brasileiro. Ela vale vaga para a pré-Libertadores do ano que vem. Após a demissão de Fábio Carille, o presidente Andrés Sanchez disse que faria uma reformulação no elenco, e não ficaria com atleta que não quisesse jogar no clube.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.