Corinthians negocia Carlão com o futebol francês

Atleta é vendido para o Sochaux e reforça o caixa do clube paulista em cerca de R$ 2,5 milhões

Agência Estado,

10 de julho de 2008 | 20h37

O Corinthians definiu nesta quinta-feira a venda do volante Carlão para o Sochaux, da França. A confirmação oficial só depende dos exames médicos do atleta, que viaja domingo para a Europa para realizá-los. O valor da negociação é de R$ 3 milhões, mas o clube paulista vai embolsar cerca de R$ 2,5 milhões, mesmo tendo 100% dos direitos sobre o jogador - o restante ficará com quem intermediou a transação.  Veja também: Corinthians anuncia rescisão do contrato de Roger A Traffic, que hoje possui jogadores nos três grandes clubes da capital paulista, participou da negociação, representando Carlão. "O clube (Sochaux) enviou um empresário para perguntar ao Corinthians quanto queria pelo jogador. Começamos a negociar assim", explicou o diretor técnico do Corinthians, Antônio Carlos, sem revelar quem foi o empresário. O dirigente também confirmou que o negócio está praticamente fechado: "O Carlão não vai treinar mais." Os R$ 2,5 milhões nem devem esquentar na conta corintiana. O clube pretende usar esse dinheiro para ajudar a pagar a mais nova dívida assumida, com o atacante Nilmar, que ganhou R$ 7,2 milhões na Justiça do Trabalho por salário e premiação devidos quando defendeu o Corinthians. O departamento jurídico acredita que o atleta aceite menos da metade do valor, mas à vista, para fazer um acordo.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansBrasileirão Série B

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.