Josiane Ribeiro/Corinthians
Josiane Ribeiro/Corinthians

Roger Guedes comemora fase artilheira e vantagem no mata-mata do Paulistão: ‘Gratificante’

Atacante do Corinthians chega ao quarto gol em 12 jogos no Estadual e se isola no quesito; time alvinegra decide quartas e eventual semifinal em casa

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de março de 2022 | 19h44

Mais uma vez Roger Guedes mostrou ter estrela com a camisa do Corinthians. O atacante saiu do banco de reservas para marcar o único gol da vitória por 1 a 0 sobre o Novorizontino neste domingo, pela última rodada da primeira fase do Paulistão. Após o jogo, o atacante comentou sobre a fase artilheira neste início de temporada e a classificação do time às quartas com a segunda melhor campanha.

"Fico muito feliz pelo gol, mas primeiramente pela classificação. É bom que até a semifinal a gente joga em casa. Mais uma vez estar ajudando o time com gols é gratificante", disse o camisa 9. 

O gol marcado por Roger Guedes diante do Novorizontino foi o quarto do atacante no Paulistão — o 11º pelo Corinthians —, o colocando na artilharia isolada da competição. Eleito o craque da partida pela Federação Paulista de Futebol (FPF), o jogador explicou o lance que definiu a partida. 

"Pegou na sola, no bico do pé. É o faro do artilheiro. Tem que estar ali. A bola sempre sobra e hoje eu fui feliz em ajudar a equipe", concluiu. 

Com a vitória, o Corinthians chegou aos 23 pontos e avança em segundo na posição geral por ter melhor saldo de gols do que o São Paulo, que possui a mesma pontuação. Desta forma, a equipe alvinegra tem a vantagem de disputar as quartas e uma eventual semifinal jogando em casa. 

O adversário do Corinthians no primeiro confronto do mata-mata será o Guarani, segundo colocado do Grupo A, o mesmo do time corintiano, com 14 pontos e décimo na classificação geral. O duelo, decidido em jogo único, está marcado para o dia 24 de março, na Neo Química Arena, às 19h. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.