Rodrigo Coca/ Agência Corinthians
Rodrigo Coca/ Agência Corinthians

Corinthians obtém efeito suspensivo e Jô pode enfrentar o Sport na quarta-feira

Jogador foi inicialmente denunciado por praticar agressão física contra o zagueiro Diego Costa, em 30 de agosto

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de setembro de 2020 | 16h16

O departamento jurídico do Corinthians conseguiu, nesta sexta-feira, efeito suspensivo junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) à punição do atacante . Com isso, o jogador poderá atuar na próxima quarta-feira, às 21h30, na Ilha do Retiro, no Recife, diante do Sport, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Jô foi punido pelo STJD com dois jogos de suspensão por "ato hostil" contra o zagueiro Diego Costa, do São Paulo, durante o clássico disputado em 30 de agosto, no Morumbi, pela sexta rodada da competição nacional.

O corintiano foi inicialmente denunciado por praticar agressão física, prevista no artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que poderia ter pena de quatro a 12 partidas de suspensão. No entanto, o ato foi desclassificado para o artigo 250, que é "praticar ato desleal ou hostil durante a partida".

O atacante prestou depoimento de forma virtual e disse ter dado um "empurrão" em Diego Costa. Após o lance no clássico, o zagueiro do São Paulo reclamou e afirmou ter levado um soco. O lance foi revisto pelo VAR, que, na ocasião, não encontrou irregularidades, por ter olhado imagens posteriores à agressão.

Jô ficou de fora do jogo com o Bahia, na Neo Química Arena, na quarta-feira, quando o Corinthians venceu por 3 a 2. O técnico Dyego Coelho, com a impossibilidade de escalar um centroavante, pois Boselli, o reserva, estava se recuperando de lesão, usou o meia Mateus Vital mais avançado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.