Reprodução
Reprodução

Corinthians oficializa que não estará no Fifa 16; Flamengo negocia

Acordo de exclusividade com o Pro Evolution Soccer já foi assinado

Igor Ferraz, O Estado de S. Paulo

19 de agosto de 2015 | 13h45

Após longa novela, o Corinthians finalmente anunciou que está fora do Fifa 16. Segundo o diretor de marketing do clube paulista, Marcelo Passos, o time não chegou a um acordo com a produtora do game, a EA Sports, do Canadá, e assinou um contrato de exclusividade com o concorrente Pro Evolution Soccer (PES), que contará com o elenco completo da equipe, além da Arena Corinthians.

"O Corinthians não estará no Fifa 16 porque não chegamos a um acordo com a empresa (EA Sports). O valor oferecido não agradou e o Corinthians não se sentiu prestigiado. Portanto, não vamos prestigiar a vontade deles de ter o Corinthians no game", afirmou Marcelo, que também confirmou o acordo com a Konami, produtora do PES.

Recentemente, a ESPN noticiou que a proposta da EA Sports ao Corinthians girava em torno de R$ 30 mil. Em contato com o Estado, o marketing do Parque São Jorge confirmou o valor e acrescentou que a proposta da concorrente era 15 vezes maior (na casa dos R$ 450 mil, pela cláusula de exclusividade e pela presença da Arena Corinthians no game).

Outro clube que teve sua presença contestada na franquia de futebol mais popular dos games foi o Flamengo. Porém, ao Estado, o Rubro-Negro esclareceu que, ao contrário do Corinthians, continua negociando com a EA Sports. Portanto, não deu uma resposta definitiva sobre a presença ou não no Fifa 16. O posicionamento da produtora canadense, contudo, continua o mesmo: evitando se pronunciar até que haja uma resposta oficial sobre a volta (ou não) das equipes do Campeonato Brasileiro.

A EA Sports tenta reaver as licenças dos clubes brasileiros após perdê-los no Fifa 15 por causa de um imbróglio jurídico. Em todo caso, o tempo para resolver o problema vai ficando curto, já que o lançamento do Fifa 16 no Brasil está previsto para o dia 25 de setembro. A empresa garante que o mercado brasileiro é tratado como prioridade em termos de licenciamento.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifa 16Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.