Corinthians opta por ?experientes?

O grande objetivo da diretoria do Corinthians é conquistar o título da Taça Libertadores e, conseqüentemente, disputar a final do Mundial Interclubes, em Yokohama. Depois de chegar perto por duas vezes, em 1999 caiu nas quartas-de-final e em 2000 nas semifinais, ambas diante do arqui-rival Palmeiras, os dirigentes querem tornar o sonho realidade na edição de 2003 da competição sul-americana. Para não ficar mais uma vez pelo caminho, aposta na contratação de jogadores experientes, acostumados a atuar sobre pressão.Por isso, do time-base que o técnico Carlos Alberto Parreira escalou neste Brasileiro, muitos atletas devem perder a condição de titular. São os casos do goleiro Doni, do zagueiro Anderson, do volante Fabinho e do meia Renato. Além de um atacante que virá para a vaga de Guilherme.Marcelinho Carioca encabeça a lista do presidente Alberto Dualib. Seria o líder do time. O empresário do jogador, James Arruda, vem se reunindo com dirigentes em busca de um clube brasileiro. Nesta quinta-feira, participou de mais um encontro, mas não quis revelar se eram pessoas ligadas ao Corinthians. Ele prefere se manifestar somente quando a negociação estiver próxima de um desfecho feliz.Segundo pessoas próximas a Marcelinho, seria Dualib o grande responsável pelo retorno do meia. O presidente, entretanto, aguarda o vice-presidente do clube, Antonio Roque Citadini, que retornou para a capital no início da noite desta quinta-feira, depois de passar o Natal em Capão Bonito, interior de São Paulo, com sua mãe. O encontro deve acontecer nesta sexta tarde.O futuro do meia Beto também deve ser definido nesta sexta. Seu procurador, Jorge Carvalho, se reúne com o vice-presidente do Fluminense, Marcelo Penha, quando deve ser definida a rescisão do contrato do jogador, que vence terça-feira e tem proposta ?tentadora? do Corinthians para atuar na Libertadores.Carvalho é o grande responsável pelo destino de Beto nas mudanças de times. O jogador passa as festas de final de ano em Cuiabá, com familiares, e deu carta branca para o procurador negociar com o Corinthians. Os dirigentes do Fluminense, contudo, garantem ter boa contra-proposta para segurar o atleta.Já as opções para escolher quem vestirá a camisa número 1 em 2003 são muitas. Júlio César, do Flamengo, é o preferido. Inclusive já manteve contato com Citadini. A mulher do jogador, a atriz Suzana Werner, até teria procurado apartamentos no Tatuapé, próximo do Parque São Jorge. O problema é que o clube carioca não aceita liberá-lo. Bosco, da Portuguesa e Fábio Costa, do Santos, são os outros nomes da lista.CAPONE - O companheiro de Fábio Luciano na defesa deve ser Capone, que é do agrado de Parreira e atualmente está no Galatasaray, da Turquia, onde conquistou a Copa Uefa em 2000. O zagueiro foi oferecido ao Corinthians, que já teria iniciado as negociações. Para o ataque, Ricardo Oliveira está cotado, mas o problema é o alto valor pedido pela Lusa, US$ 5 milhões. Deivid interessa ao Cruzeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.