Corinthians paga prêmios atrasados

A diretoria do Corinthians conseguiu contornar a crise provocada pelo atraso do pagamento dos prêmios da Copa do Brasil e do Rio-São Paulo, ao anunciar, nesta quarta-feira, o depósito dos valores correspondentes ao direito de imagem dos jogadores que têm salários mais altos, do mês passado, e vai pagar o mês de maio no próximo dia 5, além de saldar os outros débitos dentro de 30 dias. Os jogadores vinham se sentindo abandonados desde a desclassificação no Supercampeonato, há uma semana, em razão da viagem de Carlos Alberto Parreira para trabalhar como observador da Fifa na Copa da Coréia-Japão e do ?desaparecimento? dos dirigentes e exigiam uma explicação para a falta de pagamentos antes do início do período de dez dias de descanso, que começa nesta quinta-feira. O pedido de demissão do vice de futebol, Antônio Roque Citadini, segunda-feira à noite, agravou a crise política no clube e deixou os jogadores mais intranqüilos ainda. Nesta quarta-feira pela manhã, o vice-presidente da administração, Carlos Roberto de Mello, que seria o principal responsável pelo pedido de demissão, ainda não aceito, de Citadini, foi ao vestiário, após o treino recreativo, e comunicou aos jogadores o cronograma de pagamentos. ?Prefiro não falar as datas, mas a promessa é de pagamento da premiação dos dois títulos de acordo com a remessa de dinheiro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para o clube. Agora podemos sair de férias mais tranqüilos, embora nunca duvidamos do Corinthians, que sempre honrou os seus compromissos?, disse Scheidt, um dos líderes do grupo. Mello se recusou a dar entrevistas e o presidente Alberto Dualib continua acamado em razão de uma forte gripe. O pagamento de parte dos atrasados foi comemorado pelos jogadores e alguns integrantes da comissão técnica com um churrasco, acertado às pressas com os responsáveis pelo restaurante do clube, batucada e pagode, no departamento de tamboréu. No dia 10, o grupo volta ao Parque São Jorge para completar a avaliação física e os exames médicos e no dia seguinte viaja para Extrema, no sul de Minas, onde será feita a intertemporada de dez dias. Antes de estrear na Copa dos Campeões, no início de julho, o Corinthians vai jogar contra o Taubaté, no Vale do Paraíba, e pretende acertar mais três ou quatro amistosos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.