Corinthians, Palmeiras e Santos voltam aos treinos nesta quinta

Maiores novidades são os técnicos para a temporada, além dos oito reforços do time do Parque São Jorge

Milton Pazzi Jr., estadao.com.br

02 de janeiro de 2008 | 18h15

A temporada 2008 do futebol profissional em São Paulo começa nesta quinta-feira. Corinthians, Palmeiras e Santos se apresentam após quase um mês de férias para iniciar os treinos e a preparação para as competições do ano, em especial a primeira: o Campeonato Paulista, que começa no dia 15 de janeiro - e que terá acompanhamento total do estadao.com.br, com jogos online e notícias de todos os times do torneio.Veja também: Mercado do futebol: todas as mudanças nos times de São PauloTodos os times tem mudanças em seus grupos de jogadores e de técnico. O Corinthians será dirigido por Mano Menezes, pela primeira vez dirigindo um time paulista; o Palmeiras tem a volta de Vanderlei Luxemburgo e a promessa de investimentos para formar um time vencedor como nos anos 90; e o Santos está novamente com Emerson Leão no comando, com a esperança de formar novamente uma geração vencedora, como a do começo desta década.Por outro lado, quem continua de folga é o São Paulo, pentacampeão brasileiro. O grupo, com Adriano (ex-Inter de Milão) como principal estrela, só volta aos treinos na segunda-feira, dia 7 de janeiro.NOVO CORINTHIANSO ano de 2008 será totalmente diferente para o Corinthians. O grupo de jogadores que se apresenta nesta quinta-feira, às , no Parque São Jorge, é bem diferente do que terminou o ano passado rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro. São oito novos jogadores e o presidente Andrés Sanchez promete mais.Dos contratados, todos tem as características que o novo técnico, Mano Menezes (ex-Grêmio) quer implantar: muita garra e velocidade. O mais conhecido é o meia-atacante Acosta, que o Náutico ainda cobra por sua liberação - um caso que pode se complicar e evitar com que ele jogue. Além disso, tem os atacantes Herrera e Lima e os zagueiros Chicão e William, com chances de jogar.Os outros jogadores que chegaram são o armador Rafinha e os zagueiros Valença e Cristian Suárez. Além disso, o time tem novo patrocinador: a Medial Saúde, que pagará R$ 16,5 milhões para estampar a marca na camisa neste ano.COFRE CHEIO E SEM REFORÇOSJá o Palmeiras começa vida nova, com a chegada de Vanderlei Luxemburgo e sua equipe de profissionais, mais o novo patrocínio (Fiat) e o acordo com a Traffic, que busca jogadores, além de outras iniciativas de arrecadação. São cerca de R$ 90 milhões previstos para o time usar neste ano. Por enquanto, porém, praticamente nada foi gasto. Apenas o atacante Alex Mineiro, ex-Atlético Paranaense, foi contratado. Fora isso, muitos nomes são cogitados, mas nada certo. O time alviverde esperava contar com Thiago Neves, revelação do Fluminense no ano passado, com quem chegou a assinar pré-contrato, mas já admite um acordo para que ele fique no Rio.As parcerias que o time anunciou no final do ano, por sinal, tem se tornado um empecilho para as contratações. Luxemburgo reclama que muitos dos procurados, ao tomarem conhecimento que o Palmeiras está envolvido, aumentam o pedido financeiro. Por isso, a equipe correrá contra o tempo para formar o time que disputará o Estadual.SANTOS CORTA GASTOSA apresentação do grupo de jogadores do Santos no CT Rei Pelé é cercada de perguntas. Todos tentam imaginar se o time, agora sob o comando de Emerson Leão, que retorna, dará certo e o time conseguirá conquistar o bicampeonato paulista. Afinal, saíram vários jogadores, e apenas um reforço chegou até o momento, sendo que, com isso, somente 22 jogadores são esperados para o treino.O corte de gastos em relação à administração anterior do time (sob Vanderlei Luxemburgo) é evidente. Começa pela comissão técnica, que custa menos que a metade dos R$ 1 milhão que eram gastos antes. Leão trouxe como auxiliar o fiel escudeiro Pedro Santilli e como preparador físico o sobrinho Fernando Leão. Esta equipe é que será responsável por levar o time na Copa Libertadores, inclusive.Esta redução de gastos se reflete também no caixa do time, que em 2007 não revelou nenhum jogador que rendesse uma quantia significativa aos cofres do time, como fez quando teve Robinho e Diego, por exemplo. Conseqüentemente, não foram feitas grandes contratações neste período de férias e nenhum nome de destaque deve chegar. O único reforço, aliás, é o volante Marcinho Guerreiro, ex-Palmeiras, que estava no Metalurg Donetsk. QUEM DEVE TREINAR NOS TIMES A PARTIR DESTA QUINTA CORINTHIANS PALMEIRAS SANTOS O GRUPO QUE SE APRESENTA Goleiros: Felipe, Júlio César e Marcelo Laterais-direitos: Eduardo Ratinho e Amaral Laterais-esquerdos: Everton Zagueiros: Chicão, Valença, Cristian Suárez, William, Fábio Ferreira, Zelão e Kadu Volantes: Carlos Alberto e Nilton Armadores: Acosta, Rafinha e Lulinha Atacantes: Herrera, Lima, Dentinho, Finazzi, Everton Santos e Clodoaldo PERMANÊNCIA INCERTA Marcelo (goleiro), Ricardinho (volante), Moradei (volante), Betão (zagueiro), Héverton (armador), Clodoaldo (atacante), Roger (armador) O GRUPO QUE SE APRESENTA Goleiros: Marcos, Diego e Bruno Laterais-direitos: não tem Laterais-esquerdos: Leandro e Valmir Zagueiros: Dininho, Edmilson, Nen, David e Gustavo Volantes: Pierre, Wendel, Valdívia, Deyvid e Francis Armadores: Caio, William, Makelele e Martinez Atacantes: Osmar, Max, Luiz Henrique e Alex Mineiro O GRUPO QUE SE APRESENTA Goleiros: Fábio Costa, Felipe e Samuel Laterais-direitos: Alessandro e Denis Laterais-esquerdos: Carleto, Carlinhos e Kléber Zagueiros: Domingos e Marcelo Volantes: Adriano, Dionísio, Maldonado, Marcinho Guerreiro e Rodrigo Souto Armadores: Rodrigo Tabata e Vítor Júnior Atacantes: Kleber Pereira, Marcos Aurélio, Moraes, Renatinho e Wesley PERMANÊNCIA INCERTA Adaílton (zagueiro) e Pedrinho (armador)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.