Montagem/Estadão
Montagem/Estadão

Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos buscam reforços pontuais para 2018

Clubes correm atrás de jogadores para a próxima temporada. A tendência é de uma ‘janela’ mais discreta para o ano que vem

Ciro Campos, Daniel Batista e Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2017 | 07h01

Com o término do Campeonato Brasileiro, os times voltam suas atenções para a contratação de reforços para 2018, inclusive o Corinthians, campeão brasileiro e estadual. Entretanto, tudo caminha para negociações discretas, até mesmo para o endinheirado Palmeiras. São Paulo e Santos também terão reforços pontuais.

+ Leia mais sobre o Corinthians

+ Leia mais sobre o Palmeiras

+ Leia mais sobre o Santos

+ Leia mais sobre o São Paulo

Até o momento, apenas Palmeiras e Corinthians anunciaram novidades. O campeão brasileiro confirmou ontem a contratação do atacante Júnior Dutra, do Avaí. Ele chega para suprir a carência de um homem de frente, uma das posições em que o time procura no mercado.

Outra prioridade para a próxima temporada é a chegada de um lateral-esquerdo e um zagueiro, para repor as saídas de Guilherme Arana e Pablo. Antes disso, porém, o clube deve oficializar em breve a chegada do volante Renê Júnior, do Bahia, e lutar para evitar que mais titulares saíam, como Fábio Carille demonstrou preocupação. 

Nos últimos dois anos, o Palmeiras se acostumou a passar por reformulações no elenco, como a vinda de 25 reforços na temporada de 2015. Desta vez deve ser diferente. Até o momento, chegaram três jogadores – Diogo Barbosa, Emerson Santos e Lucas Lima – e até a comissão técnica terá novidades, com Roger Machado. 

Mais um zagueiro, um lateral-direito, um meia e um atacante ainda podem desembarcar na Academia de Futebol, que também terá poucas saídas. Zé Roberto se aposentou, Egídio voltou para o Cruzeiro e Arouca acertou com o Atlético-MG. Os atacante Róger Guedes e Érik devem ser negociados.

Uma das mais esperadas chegadas é a do goleiro Weverton, do Atlético-PR. O clube ainda sonha com o lateral Rafinha, do Bayern de Munique, que deseja voltar ao Brasil e estuda como rescindir seu contrato com o time alemão. O vínculo termina em julho. Porém, será preciso enfrentar a concorrência de outras equipes, como o Cruzeiro, do técnico Mano Menezes.

Em meio a uma pequena turbulência causada pela demissão de Vinicius Pinotti da diretoria executiva de futebol – e enquanto Raí assume –, o São Paulo tenta evitar que seus planos para 2018 sejam afetados. A chegada do goleiro Jean, do Bahia, é vista como certa, mas os clubes ainda negociam os termos da transferência. O lateral-esquerdo Reinaldo, que estava emprestado à Chapecoense, deve retornar ao Morumbi, mas também ainda não foi oficializado pelo clube, que também pode ter a volta de Iago Maidana, que defendeu o Paraná. As tratativas são feitas diariamente.

São Paulo e Santos buscam reabilitação para 2018

Lugano é a principal baixa confirmada do São Paulo até agora. Ele se despediu na última rodada do Brasileirão e, apesar de ter sido reserva na maior parte da temporada, era figura central no vestiário da equipe e teve atuação decisiva na motivação do grupo que lutou contra o rebaixamento neste ano.

Na Vila Belmiro, a saída de Lucas Lima faz com que a contratação de um meia seja algo fundamental para o próximo ano. O Santos, inclusive, parece ser um dos times mais cheios de dúvidas para 2018. O clube da Baixada não sabe nem mesmo quem será o treinador e o presidente no ano que vem. Elano encerrou a temporada de forma interina, mas dificilmente seguirá como treinador. Já na presidência, Modesto Roma Júnior tenta a reeleição, em pleito que ocorrerá sábado.  

A tendência é que mais uma vez o time alvinegro aposte em garotos da base, mas como não devem aparecer novos “Neymares” ou “Gansos”, a diretoria buscará atletas no mercado. Até o momento, o time tem praticamente certo apenas a chegada do lateral-direito Romário, do Ceará. A ordem é encontrar reforços para praticamente todos os setores do campo: laterais, volante, meia e atacante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.