Manaure Quintero/ Reuters
Manaure Quintero/ Reuters

Corinthians passa fácil pelo Deportivo Lara e avança às oitavas da Sul-Americana

Time alvinegro venceu por 2 a 0 na Venezuela e agora aguarda confronto entre uruguaios para conhecer o próximo adversário no torneio

João Prata, O Estado de S.Paulo

30 de maio de 2019 | 18h55

O Corinthians derrotou o Deportivo Lara por 2 a 0 nesta quinta-feira, na Venezuela, e garantiu vaga às oitavas de final da Copa Sul-Americana. O time alvinegro agora aguarda pelo vencedor do duelo entre Cerro-URU e Montevideo Wonderers - o jogo de ida terminou 0 a 0 e a volta acontece a partir das 19h15.

Os gols  foram marcados por Junior Urso e Sornoza em partida que correu em ritmo de treino para a equipe de Fábio Carille. Mas serviu também para manter o Corinthians em alta. Agora são quatro triunfos consecutivos e sem sofrer gols. Entre eles, a vitória por 2 a 0 sobre o Lara na semana anterior no jogo de ida. 

O estádio Metropolitano estava às moscas, mesmo com ingressos a cerca de R$ 3. Mas há muitos motivos para apenas pouco mais de três mil torcedores assistirem ao jogo. O Deportivo Lara é um clube novo, foi criado em 2009, o país enfrenta grave crise econômica e a partida aconteceu no meio da tarde (começou às 16h no horário local) . Com receio de haver apagão à noite, a Conmebol optou por colocar os mandos dos times venezuelanos sempre em horário que não necessite utilizar os refletores. 

Carille mandou a campo o time titular, já que a equipe não jogará pelo Campeonato Brasileiro no final de semana - volta a campo apenas na terça-feira, no Maracanã, com a dura missão de reverter a derrota para o Flamengo por 1 a 0, em casa, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Para a vaga de Pedrinho, convocado para a seleção olímpica, o treinador optou por colocar Jadson e manteve Vagner Love como centroavante. Nos primeiros minutos o Lara esboçou uma pressão, pois precisava correr atrás da derrota de 2 a 0 do jogo de ida.  Cássio precisou fazer duas boas defesas para garantir o zero do placar.

Aos poucos o Corinthians acertou o posicionamento e equilibrou a partida contra um time muito fraco tecnicamente. O ritmo era mais lento do que de um treino, mas mesmo assim o time alvinegro saiu na frente. Aos 33, Jadson cobrou falta da direita e Junior Urso apareceu no meio da área para empurrar para as redes de coxa.

Como na Sul-Americana há a regra do gol fora de casa o Deportivo Lara precisaria marcar agora quatro gols para avançar à próxima fase. Mas no segundo tempo nem conseguiu pressionar o Corinthians. A equipe visitante seguiu tocando e sem forçar ampliou com Sornoza, que aproveitou cruzamento rasteiro de Fagner e fez.

A viagem à Venezuela só não foi perfeita para o Corinthians porque Fagner acabou se machucando na parte final da partida e deu lugar a Michel Macedo. O jogador deixou o campo de maca com dores na coxa esquerda. A contusão preocupa também a seleção brasileira, já que o jogador, depois da partida com o Flamengo, se apresenta ao técnico Tite para a disputa da Copa América.

FICHA TÉCNICA:

DEPORTIVO LARA 0 X 2 CORINTHIANS

DEPORTIVO LARA: Salazar; Jefre Vargas (Arrieche), Aponte, Di Giorgi, Miers e Carrillo; Medina, Centeno e Yriarte, Di Renzo (Otero), Moreno (Figueroa) e Freddy Vargas. Técnico: Leonardo González.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Michel Macedo), Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Junior Urso (Richard) e Sornoza; Jadson, Vagner Love  e Clayson (Gustagol). Técnico: Fábio Carille.

GOLS: Junior Urso, aos 32 minutos do primeiro tempo; Sornoza, aos 10 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO: Wilmar Roldan (COL).

CARTÃO AMARELO: Figueroa e Medina (Deportivo Lara); Cássio e Danilo Avelar (Corinthians).

PÚBLICO: 3.352 torcedores.

RENDA: Não divulgada.

LOCAL: Estádio Metropolitano, em Cabudare (VEN).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.