José Patrício/Estadão
José Patrício/Estadão

Corinthians pede liberação de Guerrero da seleção peruana

Atacante foi chamado para amistoso do Peru contra Trinidad e Tobago, dia 26 de março

AE, Agência Estado

15 de março de 2013 | 18h45

SÃO PAULO - A diretoria do Corinthians enviou um pedido para a Federação Peruana de Futebol pedindo a liberação do atacante Paolo Guerrero dos amistosos da seleção do Peru contra Trinidad e Tobago, dia 26 de março, em Lima. Apesar de exaltar a importância do jogador, o técnico Sergio Markarián admitiu a possibilidade de atender a solicitação do time paulista.

"Ainda estou avaliando, não tenho nada confirmado. Mas para a seleção, o Paolo (Guerrero) é muito importante também. A ideia era vê-lo jogar com os garotos", disse o treinador, que não poderá contar com o atacante, suspenso, para a partida contra o Chile, sexta-feira que vem, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2014.

Como Guerrero não está disponível para o confronto com os chilenos e só poderia atuar na partida de menor importância, o Corinthians decidiu pedir sua liberação. Caso consiga, o clube brasileiro contará com seu artilheiro na temporada, com sete gols, para os jogos diante de Guarani, dia 24, e Penapolense, dia 27, ambos pelo Campeonato Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.