Corinthians perde do Tolima e cai na pré-Libertadores

O sonho de conquistar a Copa Libertadores teve um fim precoce para o Corinthians nesta quarta-feira. O time brasileiro perdeu para o Tolima, por 2 a 0, na Colômbia, e foi eliminado na pré-Libertadores, que antecede a fase de grupos da principal competição da América do Sul. O primeiro jogo do duelo havia terminado em 0 a 0, no Pacaembu.

FELIPE MENDES, Agência Estado

03 de fevereiro de 2011 | 00h07

Com o revés, o Corinthians perdeu a chance de entrar no Grupo 7 da Libertadores, que já conta com Cruzeiro, Estudiantes e Guaraní, do Paraguai. Foi a primeira derrota do time sob o comando do técnico Tite, que somava seis vitórias e seis empates desde as últimas rodadas do Campeonato Brasileiro.

A eliminação na pré-Libertadores marca o fim precoce da campanha corintiana na competição, maior aposta da equipe neste ano. "Não jogamos bem. O gramado com certeza não ajudou. Mas isso não é uma desculpa. O nosso time não foi bem. Fomos eliminados. É uma pena. Nossos torcedores estão tristes e nós também. Mas vamos levantar a cabeça e seguir adiante", lamentou Ronaldo, ao fim da partida.

O JOGO - Pressionado fora de campo, o Corinthians entrou em campo nervoso e quase não resistiu ao volume de jogo do rival nos primeiros minutos da partida. O Tolima mostrou maior motivação e criou três grandes chances de gol antes de completar os primeiros 10 minutos de jogo.

Logo no primeiro minuto, Medina recebeu rápido lançamento pela direita, cortou o marcador e bateu com perigo, à direita do gol de Júlio César. Na sequência, a defesa corintiana quase viu Murillo abrir o placar, aos 3 minutos, após falhar na marcação em linha. O forte chute passou à esquerda do gol brasileiro. Aos 8, foi a vez de Castillo assustar em boa finalização, exigindo grande defesa de Júlio César.

Com o domínio total do jogo, o Tolima chegava ao ataque com facilidade e ainda contava com os vacilos da desorientada zaga corintiana. O time brasileiro não conseguia trocar passes e tinha dificuldade em criar jogadas no ataque. Somente a partir dos 30 minutos, o Corinthians logrou equilibrar o duelo. Ronaldo, em lance individual, e Jorge Henrique ameaçaram o gol de Anthony Silva.

O crescimento da equipe ganhou consistência depois do intervalo. Mais ofensivo, o Corinthians quase marcou aos 4, em cabeçada de Jucilei, e aos 5, com chute rasteiro de Paulinho. Cinco minutos depois foi a vez de Ronaldo finalizar com perigo. Na sequência da jogada, Chicão quase surpreendeu o goleiro colombiano.

Mas o bom momento corintiano não resistiu ao gol de Santoya aos 20 minutos. O reserva, que acabara de entrar em campo, abriu o placar após receber boa enfiada pela esquerda, em posição regular, e surpreendeu a defesa brasileira.

O gol mudou o panorama da partida. Antes melhor em campo, o Corinthians caiu de rendimento e passou a mostrar nervosismo. Aos 25, a situação ficou ainda mais complicada. Ramírez, que acabara de entrar em campo, foi expulso por dar uma cotovelada no marcador.

Abalado, o Corinthians praticamente jogou a toalha ao levar o segundo gol. Aos 32, Murillo escapou pela direita e cruzou na cabeça de Medina, que selou a vitória e a classificação do Tolima para a fase de grupos da Libertadores.

Fora da competição continental, o Corinthians concentrará suas atenções no Campeonato Paulista. No domingo, fará o clássico com o Palmeiras, no Pacaembu, pela sétima rodada.

Ficha Técnica:

Deportes Tolima-COL 2 x 0 Corinthians

Deportes Tolima - Anthony Silva; Gerardo Vallejo, Julián Hurtado, Yair Arrechea e Félix Noguera; Diego Chara, Gustavo Bolívar, Rafael Castillo (Santoya) e John Hurtado; Elkin Murillo (Piedrahita) e Wilder Medina (Closa). Técnico: Hernán Torres.

Corinthians - Júlio César; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos (Edno); Ralf, Jucilei, Paulinho (Danilo) e Jorge Henrique; Dentinho (Ramírez) e Ronaldo. Técnico: Tite.

Gols - Santoya, aos 20, e Medina, aos 32 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Hurtado, Murillo, Chara (Tolima); Jorge Henrique, Leandro Castán, Jucilei (Corinthians).

Cartão vermelho - Ramírez (Corinthians).

Árbitro - Roberto Silvera (Fifa-URU).

Renda e público - Não disponíveis.

Local - Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué (Colômbia).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.