Corinthians perde para Ponte Preta e segue na lanterna

A Ponte Preta chegou à primeira vitória no Campeonato Brasileiro ao bater o Corinthians por 1 a 0, neste domingo, no Moisés Lucarelli, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro. Pior para o time do Parque São Jorge, que segue sem vencer na competição. André Luis, ainda no primeiro tempo, fez o único gol da partida.

GABRIEL MELLONI, Agência Estado

17 de junho de 2012 | 20h34

A vitória levou a Ponte Preta aos seis pontos, na 13.ª colocação da tabela. Já o Corinthians permaneceu com apenas um ponto, na lanterna da competição. O desempenho do time do técnico Tite é preocupante: em cinco partidas foram seis gols sofridos e apenas um marcado.

Neste domingo, o Corinthians entrou em campo novamente com a equipe reserva, pensando na disputa da Libertadores, e parecia desconcentrado, talvez com a cabeça justamente no torneio continental. Nesta quarta-feira, a equipe recebe o Santos, no Pacaembu, na partida que definirá um dos finalistas.

Pelo Campeonato Brasileiro, o próximo compromisso corintiano será o clássico diante do Palmeiras, no próximo domingo, às 16 horas, no Pacaembu. Já a Ponte Preta viaja ao Rio de Janeiro, onde enfrentará o Botafogo no Engenhão, também no domingo, mas as 18h30.

O JOGO - A partida começou truncada, sem criatividade de ambos os lados. Assim, a primeira chance, da Ponte Preta, saiu em uma jogada de bola parada. Aos 19 minutos, João Paulo cobrou escanteio para a área, Ferron subiu e cabeceou à esquerda de Júlio César. Dois minutos depois, o ataque campineiro trocou bons passes, Roger rolou para André Luís, que chegou batendo com perigo.

A Ponte crescia na partida, dominava, e, mesmo sem criar grandes jogadas, perdia boas chances. Aos 25 minutos, João Paulo bateu falta da direita, a bola atravessou toda a área e passou raspando a trave. Dois minutos depois, Roger recebeu cruzamento e, na linha da pequena área, cabeceou errado.

A primeira chegada do Corinthians ao ataque aconteceu apenas aos 30 minutos. Em lance rápido, Douglas deu ótima enfiada de bola para Willian. O atacante dominou, entrou na área pela direita, mas bateu mal, por cima do gol. Minutos depois foi a vez de Elton ter uma boa oportunidade, mas bateu em cima de Edson Bastos.

Quando parecia que o Corinthians se encontrava na partida, a Ponte Preta abriu o placar. Aos 41 minutos, Cicinho cruzou da direita, Roger ganhou a disputa no alto com Wallace e desviou. André Luis, dentro da pequena área, só teve o trabalho de tocar de cabeça para marcar.

O segundo tempo começou como o primeiro: morno, mas com a Ponte Preta ligeiramente superior. Logo aos 2 minutos, Caio arriscou de longe e Júlio César espalmou. Na sequência, Roger invadiu a área pela esquerda, mas ficou sem ângulo e o chute saiu sem perigo. Aos 11, o Corinthians chegou pela primeira vez na etapa final, com Ramon, que bateu de fora da área com perigo.

Mas a Ponte Preta ainda era superior e perdeu chance inacreditável no minuto seguinte. Em rápido contra-ataque, Cicinho avançou pela direita e cruzou para o meio da área. Roger entrou sozinho e bateu, mas jogou por cima.

Insatisfeito com o desempenho, o técnico Tite fez alterações ofensivas e colocou Romarinho, Adílson e Liedson. Mesmo assim a equipe seguia com dificuldade na criação e não levava perigo ao gol de Edson Bastos. Apenas aos 32 minutos, Welder aproveitou uma sobra de bola e bateu com perigo. Sem força e inspiração, o Corinthians não conseguiu reagir.

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 1 X 0 CORINTHIANS

PONTE PRETA - Edson Bastos; Cicinho, Ferron, Tiago Alves e João Paulo; Baraka, João Paulo Silva, Renê Júnior (Lucas) e Caio (Somália); André Luis (Nikão) e Roger. Técnico - Gilson Kleina.

CORINTHIANS - Júlio César; Welder, Wallace, Antônio Carlos e Ramon; Marquinhos, Willian Arão, Luis Ramírez (Adílson) e Douglas; Willian (Romarinho) e Elton (Liedson). Técnico - Tite.

GOL - André Luis, aos 41 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Wilson Luiz Seneme (Fifa/SP).

CARTÕES AMARELOS - Luis Ramírez, Renê Júnior, Antônio Carlos, Caio.

RENDA E PÚBLICO - não disponíveis.

LOCAL - Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.