Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Corinthians poupa titulares para encarar o União Barbarense

Entre os campeões mundiais, apenas Chicão, Jorge Henrique e Emerson estarão na equipe titular

VÍTOR MARQUES, Agência Estado

16 de março de 2013 | 07h18

Contra o União Barbarense, neste sábado, às 18h30, no Pacaembu, o Corinthians escala um time cheio de reservas. Mas um punhado desses atletas tinha, até ano passado, status de titular absoluto. Começam jogando a partida pela 12ª rodada do Paulistão, por exemplo, três "campeões do mundo": Chicão, Jorge Henrique e Emerson - eles estiveram em campo na final contra o Chelsea. Também jogam dois jogadores que foram e ainda são muito importantes no elenco corintiano: Douglas e Romarinho.

Se o técnico fosse outro e não Tite, nenhum deles estaria muito motivado a enfrentar um dos piores times do Campeonato Paulista. Mas, como o treinador carrega a fama de ser justo e escalar quem está melhor, todos eles vão correr muito para deixar uma boa impressão. Em especial Emerson, que concorre diretamente com dois atacantes que vivem um bom momento: Guerrero e Alexandre Pato.

"Ele (Emerson) está trabalhando bem, como em outras situações, e o importante é que esteja com saúde. Os atletas não podem dizer que não estão com ritmo de jogo", disse o treinador. Essa é a filosofia pregada por Tite. Quer seus jogadores treinando numa intensidade alta, "sem tirar o pé". "O campo é onde se ganha a posição."

Chicão vive uma situação curiosa. Perdeu a posição porque passou por uma artroscopia no joelho esquerdo. Está recuperado, mas viu o zagueiro Gil, recém-contratado, ganhar uma vaga no time. Neste sábado, Chicão, que está no clube desde 2008, formará dupla com o novato e seu concorrente direto à posição.

Jorge Henrique mantém sua sina de alternar momentos de titular com os de reserva, mas, como Tite vira e mexe alterna o esquema tático para três atacantes, ele também tem boa chance de voltar ao time principal.

FOLGA

Tite decidiu poupar a maioria de seus titulares (só Ralf, Gil e Fábio Santos vão a campo) pela sequência de jogos. A ideia é que isso se repita nas partidas do Paulistão. O próximo jogo pela Libertadores será só no dia 3 de abril. "Não poupo ninguém, mas alguns jogadores foram ?retirados? do jogo pelo departamento médico ou físico", afirmou o técnico.

Desse grupo fazem parte o goleiro Cássio, o lateral Alessandro, o zagueiro Paulo André, o meia Danilo e o atacante Alexandre Pato - nenhum deles está relacionado para a partida. Três outros titulares ficam no banco: Paulinho, Renato Augusto e Guerrero.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.