Corinthians: preocupações no Paraná

O péssimo estado do gramado do Pinheirão é só um dos inúmeros problemas que o Corinthians tem para enfrentar o Paraná, neste domingo, às 18, em Curitiba. A lista das preocupações de Tite é imensa. Um deles é o ataque: Gil e Jô os escolhidos pelo técnico, não marcam há várias rodadas. O último gol de Jô foi no dia 29 de agosto, contra o Palmeiras; o de Gil foi um pouco mais recente, no dia 8 de setembro, contra o Guarani.Para complicar ainda mais a situação, Tite praticamente não conta com reservas para o ataque. Alberto, que sofreu uma luxação no ombro direito, está vetado desde a semana passado. E Alessandro, que poderia ser escalado como o terceiro atacante, acusou uma contratura no músculo adutor da coxa esquerda e nem seguiu com a delegação para Curitiba.As más notícias não páram por aí. O único atacante para a reserva também vive uma fase ruim. Marcelo Ramos fez só dois gols com a camisa corinthiana. O último, de pênalti, contra o Figueirense, em Santa Catarina, foi em 11 de agosto, ainda pelo primeiro turno.A pergunta que o torcedor corinthiano faz é a mesma que atormenta Tite. Qual a solução para os problemas do ataque? Rodrigo é uma esperança para o técnico. O meia tem boas chances de ser lançado no decorrer da partida. "É um diagnóstico técnico: o Rodrigo está pronto para entrar no jogo", avisa o próprio Tite.Além do ataque ineficiente, o que mais atormenta o técnico é campo ruim do Pinheirão. Tanto é que Tite fez o time treinar na quinta e na sexta-feiras no pior campo do Parque Ecológico. "É para ir se acostumando com o que teremos pela frente", sintetiza o chefe.Ele prevê um jogo feio, cheio de contato físico. Por isso, recomendou que sua equipe jogue em três tempos, ou seja, os jogadores não devem tentar o toque de primeira. A ordem é parar a bola, dominá-la e só depois dar a sequência à jogada. "Não esperem um jogo bonito, cheio de triangulações", avisa o técnico.Os jogadores prometem seguir à risca as ordens do chefe. "O time tem de jogar de acordo com a situação do campo", assinala o atacante Gil. "Jogar bonito, agora, é ganhar os três pontos".A principal novidade é a volta de Fábio Baiano, que não enfrentou o Coritiba porque estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Além dele, Wendell volta ao meio-de-campo.De Curitiba o Corinthians segue direto para Criciuma. Na quarta-feira enfrenta contra o Criciuma. Alberto e Alessandro, vetados pelo departamento Médico, têm alguma chance de jogar na quarta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.