Helvio Romero/AE - 27/07/2010
Helvio Romero/AE - 27/07/2010

Corinthians promete ser um time ousado na Vila Belmiro

Técnico quer meias e laterais ajudando o setor ofensivo diante do Santos, a partir das 22h

FÁBIO HECICO, Agência Estado

22 de setembro de 2010 | 09h06

O Corinthians vai ser ousado na Vila Belmiro. Mesmo jogando fora de casa, o time precisa da vitória sobre o Santos, nesta quarta-feira, a partir das 22 horas (de Brasília, com transmissão do estadão.com.br e da rádio Eldorado/ESPN), para manter a liderança do Brasileirão. Em caso de tropeço, a primeira colocação fica ameaçada por Fluminense e Cruzeiro.

Veja também:

linkSem Dorival Júnior, Santos deve ter Neymar no clássico

linkRonaldo e Dentinho desfalcam Corinthians em clássico

"Nossa vantagem é pequena (são dois pontos na frente do Fluminense e três a mais do que o Cruzeiro) e estamos atentos. O importante é estar sempre tentando vencer e, independentemente do local e do adversário, vamos buscar a vitória sempre", avisou o técnico Adilson Batista.

Apesar de dizer que o Santos já está "com a vida ganha", por ter garantido a vaga na Libertadores com o título da Copa do Brasil, e de reconhecer que o rival vive um momento de reformulação após o sucesso do primeiro semestre, Adilson Batista mantém o respeito. Mesmo assim, o treinador mantém o ousado esquema tático em que dá liberdade para os laterais Alessandro e Roberto Carlos e para os volantes Jucilei e Elias encostarem nos três homens de frente: Bruno César, Jorge Henrique e Iarley. Assim, ele espera vencer na Vila Belmiro.

Assim como Elias, Jucilei vem arrancando elogios e aplausos. Marca com eficiência e, com dribles e corrida de passos longos, é outra boa opção para surpreender defesas mais fechadas. "Graças a Deus estou numa boa fase, mas o mais importante é seguir ajudando a equipe", disse o volante.

Enquanto isso, Alessandro e Roberto Carlos se tornaram imprescindíveis para levar o time ao ataque. Com boa cobertura do volante Ralf (Boquita ou Paulinho, quando o titular está ausente), eles chegam com frequência ao ataque, transformando-se em boas armas ofensivas.

ESCALAÇÃO. Ralf, inclusive, não tem presença garantida no clássico na Vila Belmiro. Recuperado de contusão, ele ainda faz um teste nesta quarta-feira para saber se joga. Se for vetado, Boquita entra no time, porque Paulinho está suspenso.

Enquanto isso, os atacantes Ronaldo e Dentinho continuam fora do time, ambos com dores musculares. Em compensação, o zagueiro e capitão William volta de suspensão. Assim, mesmo com pequenas mudanças, Adilson vai conseguindo manter a base e o esquema que já levou o Corinthians à liderança. Agora, é hora de mantê-la.

SANTOS - Rafael; Pará, Bruno Aguiar, Durval e Léo; Arouca, Danilo, Marquinhos e Alan Patrick; Neymar e Marcel. Técnico: Narciso.

CORINTHIANS - Júlio César; Alessandro, Paulo André, William e Roberto Carlos; Ralf (Boquita), Jucilei e Elias; Bruno César, Jorge Henrique e Iarley. Técnico: Adílson Batista.

Árbitro - Carlos Eugênio Simon (RS); Horário - 22 horas (de Brasília); TV - Globo e Band; Rádio - Eldorado/ESPN (AM 700/FM 107,3); Local - Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.