Robson Fernandjes/AE
Robson Fernandjes/AE

Corinthians protege Romarinho contra assédio: 'Não pode perder o foco'

Jogadores fazem coro com o técnico Tite e prometem não deixar o atacante 'se empolgar'

FÁBIO HECICO, Agência Estado

29 de junho de 2012 | 19h13

SÃO PAULO - Os jogadores do Corinthians fizeram coro com o técnico Tite nesta sexta-feira e pregaram proteção ao jovem Romarinho, alçado à posição de novo ídolo da torcida depois do gol salvador diante do Boca Juniors, no primeiro jogo da decisão da Copa Libertadores.

"Já conversamos com o Romarinho para ele não perder o foco", comentou Fábio Santos, nesta sexta-feira. "Mas ele é super cabeça boa. Disse que não sabia o que estava acontecendo", afirmou, em referência aos apelos da torcida em relação ao nome do atacante. "Vamos ajudar no que puder para não deixá-lo se empolgar com qualquer tipo de coisa".

O zagueiro Leandro Castán também mostrou preocupação com o atacante de 21 anos. "Ele nem sabe que está no Corinthians ainda. Eu falei ''você chegou e cavou'' e ele deu risada. Tem uma frieza incrível. É realmente um menino muito bom, super humilde, do bem. Já foi acolhido [pelo grupo]", disse o defensor.

Esta frieza foi demonstrada em campo quando o jovem atacante não desperdiçou sua única chance diante do Boca, aos 39 minutos do segundo tempo, na tradicional La Bombonera. "Ele disse que viu o goleiro caindo e cavou. Foi a opção perfeita", exaltou Fábio Santos. "Vai ficar na história para sempre".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansRomarinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.