Instituto Lula
Instituto Lula

Corinthians quebra a taça da Libertadores, dias após a conquista inédita

Conmebol disse que já é a terceira ou quarta vez que a taça quebra

Fabio Hecico, O Estado de S. Paulo,

31 de julho de 2012 | 14h24

SÃO PAULO - O Corinthians sonhou tanto com a taça da Libertadores e, poucos dias depois de finalmente conquistá-la, conseguiu a façanha de quebrar aquele jogador que fica em cima. A prova do "acidente" veio no dia em que levou o cobiçado troféu para o presidente Lula ver. Poucos perceberam, mas o jogador não estava lá.

E não tem nem como o clube dizer que já recebeu-a danificada, pois no dia 13, quando ela foi para o Memorial do clube pela primeira vez, estava intacta.Como a taça é itinerante e, portanto, deve ser devolvida antes do fim do mês de agosto à sede da Conmebol, um reparo se fez necessário. De acordo com o clube, a entidade já foi informada que receberá a taça inteira.

Mas a direção corintiana ficou mais calma ao saber que essa não foi a primeira vez que ela foi danificada. Sem dizer nas mãos de quais clubes ela também passou pelo mesmo problema, a Conmebol disse que já é a terceira ou quarta vez que a taça quebra.

O Corinthians vai mandar fazer uma réplica para exibição a seus torcedores já que ninguém fica com a taça em definitivo. E promete mais cuidado com seu "sonho de consumo."

Tudo o que sabemos sobre:
corinthiansLibertadorestaça

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.