Corinthians quer dois do São Caetano

O zagueiro Dininho e o volante Marcelo Mattos, do São Caetano, devem ser os próximos reforços do Corinthians. Um representante da MSI já entrou em contato com os representantes dos atletas, Marcelo Robalinho (de Dininho) e Giuliano Bertolucci (que negocia parte do passe de Marcelo Mattos com o Corinthians).Na semana passada, houve um contato também com Sílvio Luiz. O goleiro seria repassado para o River Plate na negociação com Mascherano, mas como o negócio com o volante da seleção argentina não evoluiu, esfriou também o namoro com o goleiro do Azulão.Na lista da MSI consta uma extensa relação de grandes jogadores. O lateral Cicinho é um dos objetivos da empresa. No entanto, por sugestão do presidente Alberto Dualib, o contato deve ser feito diretamente com o presidente são-paulino Marcelo Portugal Gouvea. A empresa está disposta a pagar a multa contratual de U$ 3 milhões.Para a outra lateral, Athirson, do Flamengo, é um nome que agrada. O jogador já esteve perto de jogar no Corinthians este ano, mas acabou acertando com o clube carioca. A questão levantada é que Athirson ficou na reserva de um ex-corintiano, Roger. Esse jogador ficou queimado no Corinthians após uma desastrosa participação nas quartas-de-final da Libertadores de 2003 contra o River Plate, mas se recuperou no Flamengo e pode retornar ao clube.Outro ex-corintiano com chances de voltar é o atacante Éwerthon, do Borrussia Dortmund. Além disso, o clube alemão enfrenta dificuldades financeiras, o que poderia facilitar o negócio. Além disso, o jogador já deu entrevista dizendo que gostaria de sair. A lista também inclui o atacante Lisandro Lopez, artilheiro do Campeonato Argentino com 11 gols. Essa é outra negociação difícil, mas Kia Joorabchian já disse que não vai desistir.RENATO - O meia Renato, com uma lesão no joelho esquerdo, não atua mais pelo Corinthians no Campeonato Brasileiro. Mas já começa a pensar no ano de 2005. E, a exemplo dos outros jogadores do elenco, acredita que a situação de todos tem de ser revista, após a milionária contratação do atacante Carlos Tevez, que receberá US$ 80 mil mensais. Nesta quarta-feira, comentou sobre o assunto."É claro que a diretoria não vai ser boba de pagar tudo isso para ele e deixar os outros jogadores de lado", disse. "Eu sou um dos mais antigos do elenco e sei que tenho um valor imenso aqui." E o meia Rodrigo ganhou férias mais cedo. Assim como o zagueiro Valdson e o atacante Marcelo Ramos, não ficará no clube no ano que vem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.