Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

Corinthians quer manter distância na ponta do Brasileiro

Alvinegro é o franco favorito contra o Atlético-PR, em Curitiba

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

18 de outubro de 2015 | 08h00

Mais um capítulo da acirrada e polarizada disputa entre Corinthians e Atlético-MG pelo título do Campeonato Brasileiro será travado neste domingo. Restando oito rodadas para o fim da competição, cinco pontos distanciam as duas equipes.

O líder Corinthians (64 pontos) tenta confirmar o seu favoritismo diante do Atlético-PR, às 16h, na Arena da Baixada, em Curitiba. A boa fase da equipe contrasta com o péssimo momento do adversário. O Furacão, que chegou até a liderar a tabela de classificação nas primeiras rodadas, não vence há oito jogos e se aproximou da zona de rebaixamento.

A grande novidade do time de Tite será a volta do Elias. O volante foi poupado do jogo contra o Goiás, quinta-feira, porque dois dias antes havia defendido a seleção brasileira contra a Venezuela, em Fortaleza. Agora 100% fisicamente, Elias é peça-chave na engrenagem da equipe. Além de ser importante na marcação ao lado de Ralf, costuma aparecer bem no ataque (já balançou as redes cinco vezes no campeonato).

Na defesa, o zagueiro Felipe volta no lugar de Edu Dracena após cumprir suspensão. Machucados, Uendel, Fagner e Bruno Henrique continuam fora.

O Atlético-MG encerra a rodada às 18h30 diante do Sport, no caldeirão da Ilha do Retiro, no Recife. O time entrará em campo já sabendo o resultado do jogo do Corinthians contra o Atlético-PR.

Em caso de vitória do líder em Curitiba, cresce a pressão sobre os jogadores do Galo. Mas, se o rival tropeçar, a motivação será ainda maior porque a diferença para a ponta da tabela poderá cair para apenas dois pontos, restando ainda um confronto direto entre as duas equipes em Belo Horizonte, no dia 1.º de novembro.

O Corinthians evita fazer contas para o título. Tite justifica que daqui pra frente os seus cálculos são jogo a jogo.

“No começo do campeonato eu fazia projeções em cima de índice de aproveitamento. Agora não dá mais para fazer isso. Temos de pensar a cada rodada”, disse o treinador após a vitória por 3 a 0 sobre Goiás, no Itaquerão.

Pelas contas que Tite fazia até o início do segundo turno, 75 pontos seriam suficientes para o time ser campeão. Se o time chegasse aos 81 pontos, a taça já estaria garantida.

Como o Atlético-MG mantém-se firme na perseguição ao líder e não dá sinais de que vai cair de rendimento até o fim do campeonato, o treinador preferiu abandonar a calculadora. A meta é manter o ótimo desempenho em casa, vencer todos os jogos no Itaquerão – ainda restam quatro partidas como mandante – e beliscar pontos fora.

O meia Renato Augusto, por exemplo, prevê que o ideal seriam mais duas vitórias como visitante. Caso o time conquiste três pontos hoje na Arena Baixada é certo que, independentemente dos resultados da próxima rodada, o Corinthians chegará à decisão do dia 1.º de novembro na liderança.

FÔLEGO

Após onze dias sem jogos por causa das Eliminatórias da Copa do Mundo, o Corinthians “atropelou” o Goiás na quinta-feira e apresentou um ritmo de jogo bastante intenso do começo ao fim do jogo. Com o fôlego renovado, a expectativa da comissão técnica é que o time consiga manter o embalo até a última rodada.

“Quando você joga direto, de quarta-feira e domingo, chega uma hora que não consegue mais encher o tanque de combustível, de nutrientes. A partir do momento que tem uma semana cheia de trabalho, dá tempo de encher o tanque de novo”, explica o preparador físico Fábio Mahseredjian.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR

Weverton; Eduardo, Vilches, Kadu e Sidcley; Deivid, Hernani, Bruno Mota e M. Guilherme; Ewandro e Walter. Técnico: Cristovão Borges

CORINTHIANS

Cássio; Edílson, Felipe, Gil e Guilherme Arana; Ralf, Elias, Renato Augusto e Jadson; Malcom e Vagner Love. Técnico: Tite

Juiz: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Local: Arena da Baixada, em Curitiba

Horário: 16h

Na TV: Globo e Band

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.