Corinthians quer Washington e Dininho

O presidente da MSI, Kia Joorabchian, autorizou empresários a negociarem com dois novos jogadores: o atacante Washington e o zagueiro Dininho. As indicações foram feitas pelo feliz, mas contido, técnico Márcio Bittencourt. O assunto ainda é sigiloso no Corinthians. Até para não desanimar os jogadores que levaram o clube à sofrida liderança do Brasileiro. Márcio, porém foi bem claro com Kia. Disse que o campeonato é longo e que o elenco precisa ser reforçado. Dininho de 30 anos é um velho sonho do próprio presidente Alberto Dualib. O jogador esteve para ser contratado no final do ano passado, mas Kia preferiu investir no argentino Sebá e em Marinho. Dininho está no Sanfrecce Hiroshima. A negociação está em andamento há cerca de uma semana. O mesmo acontece com Washington. O artilheiro está no Verdy Tokio. Mas conselheiros corintianos garantem que ele quer voltar ao futebol brasileiro porque sua família não teria se adaptado ao Japão. Washington foi a saída depois da frustrada tentativa de buscar Vagner Love do CSKA. Kia tentou desde o início do ano. A sua última cartada foi tentar ajudar o clube russo a contratar Fred, do Cruzeiro, para obter a liberação de Love. Não houve acordo. O iraniano pensou em França, mas o empresário Vagner Ribeiro fez tudo para o seu jogador continuar no exterior por causa dos salários. O vice de futebol Andres Sanchez e o diretor de futebol Paulo Angioni também se entusiasmaram com Washington. A única exigência será um criterioso exame médico no atleta - que passou por duas cirurgias no coração - caso a negociação seja fechada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.