Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Corinthians recebe proposta de russos e Jucilei nem joga clássico

Anzhi Makhachkala, da Rússia, oferece cerca de R$ 24 milhões pelo jogador alvinegro

Fabio Hecico, O Estado de S. Paulo

18 de fevereiro de 2011 | 20h09

SÃO PAULO - O Corinthians não para de perder jogadores importantes. Depois da aposentadoria de William e Ronaldo e da negociação de Elias e Roberto Carlos, agora quem está deixando o clube é o volante Jucilei, eleito um dos melhores da posição em 2010, que está perto de assinar com o Anzhi Makhachkala, da Rússia, onde seguirá jogando ao lado do companheiro Roberto Carlos. A proposta dos russos, de cerca de R$ 24 milhões, foi entregue nesta sexta-feira ao Corinthians. Neste domingo, Jucilei nem enfrenta o Santos, no Pacaembu.

"Lá é muito frio [Makhachkala fica no Sul da Rússia, a 1.607 Km de Moscou e costuma, no inverno, registrar 0 grau], mas é dinheiro no bolso. Uma decisão difícil, mas vou ser milionário com 25 gols [o total da carreira]", afirmou o volante, de 22 anos, após os 2 a 0 diante do Mogi Mirim, na quinta-feira, que pode ter sido o seu jogo de despedida.

"Almoçamos hoje [sexta] e passei a proposta para ele, que ficou bastante balançado", revelou o empresário Nick Arcuri, que à tarde se reuniu com Roberto Andrade, diretor de futebol, Duílio Monteiro Alves, diretor adjunto, e William Machado, gerente de futebol. O presidente Andrés Sanchez está em Brasília e, ao retornar, dará o aval para a venda.

O Corinthians, ao ficar ciente dos valores oferecidos para o jogador, disse ser inviável cobrir o salário que será pago ao jogador. "O martelo ainda não foi batido, mas tudo está bem encaminhado. Falta apenas o OK do Corinthians para acertarmos os detalhes do contrato", enfatizou Arcuri. "O Jucilei passará o fim de semana com a família para refletir como será sua nova vida, já que passará por uma mudança radical. Muitos dizem que ficará sumido e diminuirá suas chances na seleção, mas ele não teme, pois o Campeonato Russo é transmitido para o Brasil e, com o Roberto Carlos, seu time ganhará mais exposição. Além disso, o Mano já conhece seu potencial, basta ele dar continuidade".

O empresário Giuliano Bertolucci, ligado ao iraniano Kia Joorabchian na época da MSI no Corinthians, é quem intermediou o negócio. Jucilei vai assinar por quatro temporadas. "Estou me sentindo quase um culpado, eu cheguei e todos estão saindo", brincou o atacante Liedson. "Cada caso é um caso e temos de respeitar a todos, claro que eu gostaria de jogar com o Ronaldo, o Roberto Carlos, e mais com o Jucilei, um grande colega, mas é um assunto pessoal dele com o clube e só tenho de lhe desejar boa sorte".

Veja também:

linkZagueiro Chicão tem diagnóstico de lesão e não pega o Santos

linkAutor de 2 gols, Liedson diz que 'o importante é vencer'

linkJOGO - Leia como foi Corinthians 2 x 0 Mogi Mirim

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansJucileimercado do futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.