Corinthians recupera fôlego para sequência do Brasileiro

Corinthians recupera fôlego para sequência do Brasileiro

Time tem dez dias sem jogos pelo Nacional

O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2015 | 19h06

A ordem no Corinthians é usar o intervalo de dez dias sem jogos no Campeonato Brasileiro para recuperar os jogadores mais desgastados fisicamente para a sequência da competição. A equipe só volta a campo no dia 9 de agosto, quando enfrenta o São Paulo, no Morumbi.

Nesta sexta-feira, por exemplo, Renato Augusto, Jadson, Malcom, Fagner, Luciano e Vagner Love não participaram do treino no campo do CT do Parque Ecológico e ficaram na academia fazendo trabalho de recuperação muscular. O trio de ataque Vagner Love, Luciano e Mendoza, inclusive, foi liberado mais cedo. O goleiro Cássio, com uma tendinite na coxa esquerda, apenas correu em volta dos gramados ao lado do fisioterapeuta Caio Mello.

O lateral-direito Fagner, que deixou o jogo de quarta-feira contra o Vasco no intervalo por causa de um desconforto no músculo posterior da coxa esquerda, já iniciou tratamento no dia seguinte. O jogador não deve ser problema para o clássico com o São Paulo.

Após o treino desta sexta-feira, os jogadores ganharam dois dias de folga e se reapresentam na segunda-feira à tarde. “Acho importante dar uma quebrada na semana. A gente tem jogadores que estão sofrendo desgaste, o jogo contra o Vasco foi desgastante... O Fagner sentiu desconforto, vai dar tempo de recuperar, é um bom exemplo de como vai ser boa essa folga”, disse o lateral Uendel, em entrevista coletiva concedida após o treinamento.

Na próxima semana, Tite deve marcar mais um jogo-treino como o disputado na quinta-feira no CT do Parque Ecológico entre reservas e o Red Bull Brasil (vitória por 3 a 1). A ideia do treinador é dar ritmo de jogo a todos os atletas do elenco e, inclusive, realizar a atividade no Itaquerão para que os jogadores se identifiquem com o gramado, mais curto e úmido em relação aos demais campos usados no Brasileiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.