Corinthians: reforços só virão maio

Não era o que Oswaldo de Oliveira esperava ouvir. Porém, a diretoria do Corinthians já o avisou que os três jogadores experientes que serão contratados devem chegar apenas em maio, com o Campeonato Brasileiro em andamento. O treinador tinha esperança de poder contar com o grupo completo ainda na intertemporada, que começa na segunda-feira, em Extrema, no Sul de Minas, e termina dia 10 de abril, em Porto Feliz.Ao contrário do que defendia até o início do ano, os dirigentes corintianos cederam a resolveram repatriar atletas. A idéia era rechaçada sob a justificativa de que jogadores nessa situação voltam ao Brasil desmotivados. Porém, a falta de opções no mercado interno os obrigou a rever conceitos.As negociações, porém, são complicadas. Além de os principais campeonatos europeus terminarem em maio, o atacante Reinaldo vive bom momento no Paris Saint-Germain e também tem proposta do Santos. O acerto com Ricardinho, por sua vez, depende do São Paulo. Se o rival aceitar abrir mão da multa de US$ 1 milhão, prevista no acordo de rescisão, em troca do volante Fabinho, o negócio pode sair. Acontece que o presidente são-paulino, Marcelo Portugal Gouvêa, já deixou claro que não abre mão do dinheiro.ALÍVIO - Dois atletas devem voltar aos treinos nesta sexta-feira. O meia Dinélson e o atacante Édson Araújo recuperaram-se de contusão e estão à disposição. Moreno, por sua vez, teve confirmado estiramento na coxa esquerda e fica afastado por três semanas. O também atacante Marcelo Ramos afirmou que pretende voltar aos campos na estréia no Campeonato Brasileiro, dia 21 de abril, contra a Ponte Preta. Antes disso, dia 14, o time enfrenta o Fortaleza, pela terceira fase da Copa do Brasil.

Agencia Estado,

25 de março de 2004 | 20h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.